Publicidade
Manaus
ALVORADA

Abelhas atacam criança de 2 anos e matam cachorro em residência no Alvorada 2

A colmeia ainda apresentava riscos à família na manhã de hoje. Outros parentes também foram ferrados 28/06/2017 às 17:08 - Atualizado em 28/06/2017 às 17:21
Show 31469747 e82b 415d 8c80 f63002454f9d
Foto: Divulgação
Vinicius Leal Manaus (AM)

Um enxame de abelhas atacou uma criança de 2 anos e matou um cachorro dentro de uma residência na rua 15 do bairro Alvorada 2, na Zona Centro-Oeste de Manaus, nesta segunda (26) e terça-feira (27), respectivamente. O Corpo de Bombeiros foi acionado para ir ao local, mas colmeia ainda apresenta riscos à família na manhã de hoje. Outros parentes também foram ferrados.

“Moramos há mais de 30 anos aqui e isso aconteceu agora. A colmeia já tem uns oito meses e fica numa casa ao lado da minha, de propriedade do vizinho, mas ele viajou”, explicou a moradora do local, a dona de casa Lúcia Bargas Libório, 40. “Antes só aparecia uma ou outra abelha, de vez em quando. Com o tempo que começou a aparecer um bucado”, disse.

O primeiro ataque das abelhas, segundo ela, aconteceu ao filho mais novo, um menino de 2 anos. “Primeiro ferrou meu filho, mas não tinha acontecido nada. Depois começou a vir um monte e ferrou (a criança) de novo, na segunda. Todas às vezes (as ferradas) foram na mão. Ele passou mal e levei ao pronto socorro. Mas agora ele está melhor, foi medicado e está em casa. Só está um pouquinho inchado”, disse.

No dia seguinte, terça (27), o enxame atacou e matou o cachorro da família. “Saíram (da colmeia) e atacaram o cachorro. Como ele ficava pertinho das abelhas, elas o atacaram. Só que na hora, nós saímos de perto com medo. Ainda conseguimos tirar ele (cachorro) e o levamos no veterinário, mas nele não aguentou. Foi muita ferrada, mais na cabeça, boca e língua”, disse.

Corpo de Bombeiros

Após os ataques, uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para ir ao local. “Eles vieram ontem, trouxeram os equipamentos deles e foram lá. Tiraram, queimaram e botaram remédio. Só que elas ainda ficaram e hoje de manhã umas se agitaram de novo. Tem só umas e outras”, disse. “Também teve mais gente que foi ferrada. Meu irmão, no meu tio”, explicou a dona de casa.

Em nota, o Corpo de Bombeiros do Amazonas confirmou o atendimento à residência e os ataques à criança e ao cachorro. “Uma equipe foi deslocada para o local onde foi realizado o processo de remoção dos insetos. Hoje (28) a solicitante voltou a acionar o Disque 193 porque algumas abelhas permaneciam no local, orientação dada pelos militares caso houvesse um novo ataque”.

Ainda segundo os bombeiros, a guarnição especializada retornou ao endereço para fazer o controle do enxame. “Atualmente o Corpo de Bombeiros é o único órgão público preparado para esse tipo de situação. Em casos de ataques de insetos, as orientações da corporação são de evacuação da área e o acionamento imediato aos militares por meio do 193”, finalizou o órgão.

Publicidade
Publicidade