Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020
Saúde

Abertura da 6ª Semana Saúde na Escola mostra alunos conscientes contra doenças

Abertura foi marcada por estudantes mostrando que estão engajados literalmente na guerra contra o mosquito Aedes aegypti



semanasaudenaescola.JPG A haitiana Farana e os manauenses Dênis, Ryana e Lucas: Brigada da Educaçãocontra o Aedes (Fotos: Aguilar Abecassis)
04/04/2017 às 05:00

Se é de pequenino que se aprende a combater os males da saúde, os alunos de ensino fundamental da Escola Municipal Dr. Sérgio Pessoa de Figueiredo, na rua Walter Rayol, s/nº, Presidente Vargas,  Zona Sul, deram uma aula de conhecimento contra o temido mosquito da dengue. Na última segunda, dia 3, no lançamento da 6ª Semana Saúde na Escola, cujo tema escolhido pelo Ministério da Saúde (MS) é “Comunidade Escolar Mobilizada Contra o Aedes aegypti”, os estudantes mostraram que estão engajados literalmente na guerra contra o inseto.

No evento de abertura da Semana, a estudante Araceli de Oliveira declamou um texto atentando para o perigo do Aedes. Num dos trechos, ela fala, mesmo com apenas 9 anos de idade, da preocupação com o transmissor da dengue e outras doenças: “Eu fico arrepiada ao ver os noticiários / É muita gente doente, cada dia no calendário / Os jornais só dizem isso, não estão dizendo o contrário / Tem mulher que está gestante e o perigo é maior, pois o bebê que carrega pode ter cabeça menor / Essa microcefalia não podia ser pior / Esse mosquitinho Aedes é pequeno no tamanho, mas avassalador”.



Outro grupo de alunos, do 1º ano do ensino Fundamental, fez uma paródia contra a dengue. Após, outra equipe, do 4 º ano e todos com 9 anos de idade, representou a “Brigada da Educação” da escola Sérgio Pessoa de Figueiredo. Demonstrando consciência, eles falaram da satisfação que é colaborar para combater o mosquito preto e branco.

“Nós limpamos a escola tirando garrafas e sujeira para não criar focos para o mosquito. Tudo isso para prevenir contra o Aedes aegypti. Nós multiplicamos essa informação falando para eles não jogarem lixo no chão para não criar focos do mosquito”, explicou Dênis Diego Muniz.

Para a aluna Ryana Larissa, é muito importante colaborar em ações contra a dengue. “Fazemos isso para manter a escola limpa, não ter mais o mosquito e evitar as doenças”, declarou a menina.
O estudante Lucas Emanoel disse que “devemos tirar os criadouros do mosquito da dengue das escolas para que eles não se criem mais. Sempre tem que haver vistoria”. 

Reforço do Haiti

A Brigada da Educação da escola Dr. Sérgio Pessoa de Figueiredo não conta apenas com brasileiros: a jovem haitiana Farana Celimus reforçou o grupo na luta contra o temido mosquito. “Estudo aqui há 3 anos e me sinto feliz por participar da brigada pois podemos proteger as pessoas, como por exemplo as crianças, para que elas não peguem dengue e morram. A dengue está matando muita gente e precisamos manter as garrafas de cabeça pra baixo, fechar as tampas das caixas d’água e limpar a escola pra não ficar com sujeira e ter risco de dengue”, explica ela, que mora em Manaus com os pais e uma irmã.

Análise

“A escola Dr. Sérgio Pessoa de Figueiredo vem trabalhando com uma forma de dimensões de arte, leitura e interpretação textual que levam o aluno a ter um conhecimento maior, e filosófico também. É um cidadão dentro desta sociedade que está aí, com vários vírus e doenças. Os alunos estão envolvidos de como praticar e evitar essa epidemia que está aí”, analisa a pedagoga Sirlene Solimões.

“Saúde e Educação são importantes políticas sociais que mais promovem e podem promover vida plena. Nada mais justo do que fazer esse trabalho integrado que não é apenas uma determinação dos ministérios da Saúde e Educação, mas de uma preocupação com a vida na nossa cidade”, garantiu a secretária municipal de Educação  (Semed), Kátia Schweickardt.

Meta é mobilizar toda a sociedade

 Na Semana Saúde na Escola, o objetivo é mobilizar não apenas os estudantes,  mas também os profissionais das equipes de saúde, familiares e comunidades para, juntos, atuarem no combate ao Aedes Aegypti e trazer para o cotidiano das escolas e das equipes de saúde da Atenção Básica o enfrentamento do mosquito como parte do cuidado em saúde.

A ação integra o Programa Saúde na Escola e tem como órgãos coordenadores as secretarias de Saúde e Educação do Estado e Município, mobilizando um total de 81.769 alunos da rede pública de ensino de 147 escolas e com apoio de 145 equipes de saúde. Em Manaus, a mobilização será realizada até o dia 7, pelas Equipes de Saúde e Educação do Programa Saúde na Escola. 

A mobilização vai orientar os estudantes sobre a temática, com vistorias na Escola, utilizando o check-list “10 minutos contra o Aedes”, identificando possíveis focos do mosquito; ações de educação em saúde abordando o ciclo dele e sintomas da dengue, zika e chikungunya.

Estão sendo realizadas várias estratégias e atividades relacionadas ao tema, reforçando a articulação local entre saúde e educação, promoção da saúde e desenvolvimento sustentável. Ao estimular ações de promoção à saúde no ambiente escolar, envolve-se não apenas os estudantes, mas também os pais e educadores, atingindo toda a comunidade, informam os órgãos de Saúde e Educação.

Blog

Aldeniza Souza, subsecretária de Gestão da Semsa

Esse engajamento dos 81 mil estudantes das escolas públicas representa a Saúde saindo do seu âmbito e fazendo parceria com a Educação, buscando crianças com capacitação para formar brigadas no combate ao mosquito Aedes Aegypti. Esse é o ponto fundamental, pois a participação da sociedade é importante nessa jornada. E você pegando essas crianças e transformando em brigadas elas saem do seu ambiente escolar e passam a ser fiscais para a identificação de possíveis criadouros do Aedes e evitando a contaminação e a transmissão da doença e crianças com complicações como, por exemplo, a microcefalia ".

Frase

"Me sinto feliz por participar da brigada pois podemos proteger as pessoas, como as crianças, para que não peguem dengue e morram”

Farana Celimus, estudante haitiana de 9 anos


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.