Sexta-feira, 27 de Novembro de 2020
INICIATIVA

Abrigo Moacyr Alves cria coleção de roupas moda praia para arrecadação de verba

Apresentação de peças acontece no sábado (29) com a presença da modelo amazonense Tarcia Ciarlini. Mais de 50 pessoas com deficiência física e intelectual vivem no abrigo, que existe há 38 anos



24/04/2017 às 05:00

“Todas nós tentamos criar a diferença. O belo é diferente”. Habilidosa com a máquina de costura, foi assim que Lucrécia Melo, 51, definiu seu trabalho no Abrigo Moacyr Alves, localizado no bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste de Manaus. Há dois meses, o espaço que é voltado para pessoas com deficiência se tornou em um grande ateliê para a confecção de peças de moda praia. O objetivo é arrecadar verbas para melhorias no local, e claro, exaltar a beleza das “crianças” abrigadas ali.

Atualmente 53 pessoas com deficiências física e intelectual vivem no abrigo, sendo que a maioria foi abandonada ou destituída pelos parentes. Sabendo disso, a instituição – que existe há 38 anos – lança nesta semana a coleção de moda praia “O Belo das Diferenças”, que será vestida pelos próprios funcionários, as crianças abrigadas e pela modelo internacional amazonense Tarcia Ciarlini.



A diretora do abrigo, Claudete Maria, conta que a ideia surgiu a partir de uma oficina de costura oferecida às mães das crianças que fazem atividades no local, entre elas balé e jiu-jitsu. A ação se desenvolveu e agora seis mulheres se dedicam todos os dias na produção das peças.

Costureiras dão vida às peças a serem lançadas na coleção (Foto: Jander Robson/Freelancer)

“Elas (costureiras) vem e dão a ideia. Toda a verba é voltada para o abrigo e essas mães têm um lucro através das peças. Já até vendemos algumas e o dinheiro foi usado para comprar mais matéria prima”, disse a coordenadora, adiantando que pretende ampliar o espaço onde as pessoas são confeccionadas por conta do sucesso da iniciativa.

Ensinamentos

Claudete comenta que o trabalho em cima do que é “belo” estimula as crianças a se sentirem ainda mais especiais. Para ela, a beleza de cada um é exemplificada no carinho expressado, e, por isso, o desfile irá contemplar todos os tipos de beleza.

A modelo amazonense Tarcia Ciarlini, de 24 anos, será um desses símbolos. Com carreira internacional no mundo da moda desde os 15 anos, Tarcia vai desfilar com peças produzidas pelas costureiras do abrigo. Ela defende que as peças podem ganhar o mercado e, emocionada, diz que será um dos grandes momentos não só da sua carreira, mas como cidadã.

“Tem o belo físico que todo mundo botou um padrão de que mulher bonita é magra, mas não existe isso pra mim. O belo é o que você tem de dentro pra fora, é um sorriso, um olhar com carinho, é um gesto... É isso que as crianças me dão. O fato de eu estar aqui não tem preço. É uma gratificação enorme. Sinto uma paz gigante quando estou aqui”.

“É um tipo de gratidão que nós, pessoas que nos achamos perfeitos, não entendemos e a gente sente isso neles. Pensamos ‘nossa, e eu achava que eu tinha problema’, mas aí vejo uma criança que aparentemente tem problema e mostra um sorriso no rosto e tanto afeto para dar. É possível fazer uma leitura de vida bem legal”, completou Claudete Maria.

Desfile

O desfile para a apresentação da coleção acontece no próximo sábado (29). Além da exposição das peças, está programada uma feijoada com atrações musicais. Segundo a coordenadora do abrigo, os trajes deverão custar entre R$ 60 e R$ 120 e vão começar a ser vendidos sob encomenda.

 

 

 

 

 

 

 

 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.