Domingo, 17 de Novembro de 2019
Manaus

Ação educativa orienta motoristas de transporte escolar em Manaus

Caso os fiscais do Ipem-AM encontrem alguma irregularidade nos equipamentos, como cronotacógrafo fora dos padrões de uso e sem o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), os condutores desses veículos estarão sujeitos às penalidades previstas em lei



1.jpg Ação educativa orienta motoristas de transporte escolar em Manaus
10/06/2013 às 09:47

Na manhã desta segunda-feira (10) uma campanha educativa vai orientar os condutores de veículos do transporte escolar em Manaus. A ação é do Instituto de Pesos e Medidas (Ipem-AM), em parceria com o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM).

“Neste primeiro momento iremos realizar a campanha de forma educativa, levando orientação aos condutores do transporte escolar para que fiquem atentos sobre a importância e condições de uso do equipamento cronotacógrafo,” disse o diretor-presidente do Ipem-AM, engenheiro Márcio André Brito.



Brito ressaltou que, caso os fiscais do Ipem-AM encontrem alguma irregularidade nos equipamentos, como cronotacógrafo fora dos padrões de uso e sem o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), os condutores desses veículos estarão sujeitos às penalidades previstas em lei.

Certificado
Os equipamentos aprovados receberão um certificado válido por 24 meses. Em caso de reprovação, a empresa responsável pelo cronotacógrafo será notificada devendo corrigir o erro e, em seguida, os proprietários deverão procurar um posto de selagem autorizado pelo Inmetro para fazer o reparo e o posto de ensaio para verificar se o instrumento atende a Portaria do Inmetro nº 201/2004. A multa para o motorista que estiver com a situação irregular pode variar de R$ 1.200 a R$ 150 mil.

Em casos de irregularidades, o consumidor deve entrar em contato com a Ouvidoria do Ipem-AM pelo 0800 092 2020, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30 às 16h30.

Segundo o diretor-presidente do Detran-AM, Leonel Feitoza, durante a campanha, além de conferir se o condutor está habilitado para desempenhar a atividade, os agentes do órgão também farão vistoria nos veículos para conferir o uso dos equipamentos de segurança e outros itens exigidos pela legislação, como a licença da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) e os adesivos de identificação obrigatória.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.