Publicidade
Manaus
MAIS UM PRESO

Ação entre polícias do AM e Roraima resulta na prisão de suspeito de matar PM Portilho

Apontado como mandante do crime, Bruno Medeiros, o “Filé”, foi preso na manhã de hoje em Caracaraí, em Roraima 24/06/2017 às 18:37 - Atualizado em 24/06/2017 às 18:53
Show 5bd2f39e a97c 4c59 9f95 007320fb3769
Foto: Divulgação
Luana Gomes Manaus (AM)

Apontado como mandante do homicídio do soldado da Polícia Militar Paulo Sérgio da Silva Portilho, Bruno Medeiros Mota, conhecido como “Filé”, foi preso na manhã de deste sábado (24) durante uma ação conjunta entre as polícias do Amazonas e de Roraima.

Segundo o delegado Juan Valério, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) do Amazonas, “Filé” foi capturado no município de Caracaraí, em Roraima. Até então ele era considerado foragido.

A ação integrada entre as polícias contou com a participação de investigadores da DEHS do Amazonas e da Divisão de Inteligência e Captura (Dicap) de Roraima. “Filé” será trazido para a sede da DEHS em Manaus e apresentado à imprensa na próxima terça-feira (27).

O soldado Portilho foi agredido e esfaqueado pelo menos 13 vezes antes de ser enterrado em uma cova na invasão Buritizal Verde, na periferia de Manaus, no dia 26 de maio deste ano. Segundo a Polícia Civil, 15 pessoas participaram do crime e até agora 12 foram capturados, restando três foragidos.

Publicidade
Publicidade