Quinta-feira, 21 de Novembro de 2019
Manaus

Acidente envolvendo carro e ônibus mata seis pessoas na av. Grande Circular 2, Zona Norte

Informações preliminares, repassadas pelo Detran-AM, apontam que o motorista do Volskwagen Voyage estava ingerindo bebida alcoólica momentos antes do acidente. Todas as vítimas, sendo quatro mulheres e dois homens, estavam no veículo e morreram na hora



1.jpg Pela manhã desta quarta (22), o veículo com os corpos das vítimas continuava no local, atraindo a curiosidade das pessoas
22/07/2015 às 13:25

CONFIRA GALERIA DE IMAGENS

Por volta das 6h da manhã desta quarta-feira (22), na avenida Grande Circular 2, Zona Norte da capital amazonense, um acidente de trânsito no sentido Centro/bairro envolvendo um veículo leve e um coletivo vitimou seis pessoas, sendo quatro mulheres e dois homens. Todas estavam no automóvel e morreram no momento da colisão.



Informações preliminares apontam que o motorista do veículo - modelo Volswagen Voyage, de cor preta e de placas JXS-7271 -, identificado como Robson Nascimento Bastos, de 28 anos, estava dirigindo em alta velocidade quando perdeu o controle e bateu de frente com o ônibus de transporte especial, que faz linha para o Distrito Industrial.


Parente de uma vítima lamenta o acidente (Foto: Winnetou Almeida)

O automóvel ficou completamente destruído. Segundo Leonel Feitoza, diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM), um mototaxista que presenciou o acidente informou que o motorista do Voyage, estava bebendo em um posto de gasolina próximo do local antes do acidente, e saiu cantando pneu.  

Além de Bastos, as outras vítimas do acidente já identificadas são Antônio Nascimento Bastos, de 24 anos, irmão do motorista; Erika Cristina Pereira dos Santos Braga, 19; Raquel Tamires Magalhães Rodrigues, de 16; Maizi Maiara Lima Parente, também com 16; e Thaysa Lopes, de 21.


Vítimas já identificadas do acidente (Foto: Reprodução)

Em sua última postagem na rede social Facebook, feita na madruga desta quarta-feira, Thaysa Lopes informou que estava na casa de shows Empório Manaus. “Quem não é visto, não é lembrado #Falecomigo”, escreveu em seu post, que ganha comentários de luto ao longo da manhã desta quarta.

Os irmãos Robson e Antônio são naturais do Maranhão e vieram para Manaus para trabalhar como operadores de máquina na empresa de cimento Nassau. Um amigo do trabalho dos irmãos, identificado como Walmir Barros, 43, que reconheceu os corpos no Instituto Médico Legal (IML), contou que Robson era casado e pai de um recém-nascido de apenas 15 dias.

A esposa de Robson está atualmente no município amazonense de Presidente Figueiredo e ainda não sabe do ocorrido. Barros está buscando apoio para ir até o município para informá-la.

Os irmãos Robson e Antônio também estão entre as vítimas (Foto: Reprodução)

Alcoolizados?

De acordo com o mototaxista Hamilton Medes da Mota, que estava no posto de gasolina em que as vítimas bebiam na loja de conveniência do local, momentos antes do acidente, todas as seis apresentavam estar alcoolizadas.

“Quando os vi, eles estavam bebendo e depois entraram no carro, dois rapazes e quatro moças, e o motorista saiu cantando pneu. Quando peguei um passageiro que deixo sempre no bairro Nova Cidade, eu peguei a avenida Grande Circular e quando passei pelo local já tinha acontecido o acidente. Ao me aproximar, identifiquei que era o mesmo pessoal que estava bebendo no posto”, disse o mototaxista.

De acordo com a diretora do IML, Maria Margareth Vidal, ainda não é possível informar se o condutor do veículo, assim como os demais passageiros, estava alcoolizado.

“Com relação à perícia, são efetuados dois tipos de laudos: o necroscópico, para averiguar a causa da morte, e o toxicológico que será efetuado posteriormente. A coleta de sangue foi feita, segundo a norma do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), em que toda vítima de acidente de trânsito é obrigatório coletar o sangue para fazer a alcoolemia”, declarou. 

Velórios

Todas as jovens envolvidas no acidente serão veladas juntas. O local será definido pela Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) em breve.  Três técnicos do órgão estão no IML para juntar a documentação necessária para efetuar o velório. Os irmãos Robson e Antônio serão velados numa capela presente na Fábrica de Cimento Nassau Itautinga, localizada na Estrada Aleixo, s/n, no bairro Distrito Industrial, Zona Sul de Manaus.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.