Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
RODOVIAS NO AMAZONAS

Acidentes de trânsito no Amazonas já tiraram onze vidas somente em 2019

Duas pessoas que morreram na AM-010 no fim de semana são as mais recentes vítimas dessa estatística



12131_C104DCF6-898B-4521-9136-B993D24CD4B5.JPG Foto: Jair Araujo
26/07/2019 às 21:08

A falta de atenção ao conduzir um veículo, a imprudência pelo excesso de velocidade, as condições estruturais das estradas e a desobediência às normas de trânsito são algumas das causas de acidentes em rodovias no Estado.

Os motivos foram destacados pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) e o Setor de Registro de Acidentes da Polícia Rodoviária Federal do Amazonas (SRPRF-AM), órgãos responsáveis pela fiscalização de rodovias estadual e federal, respectivamente.



Conforme dados do Detran-AM, até junho deste ano, cinco pessoas morreram em acidentes na rodovia AM-010, estrada que liga Manaus ao município de Itacoatiara, e rodovia AM-070, que liga a capital aos municípios de Iranduba e Manacapuru. Se forem incluídas as duas mortes do último fim de semana, sobe para sete o número de vítimas fatais.

No ano passado, durante o mesmo período (janeiro a junho), oito mortes haviam sido registradas nas duas estradas, pelo órgão estadual de trânsito.

Já em estradas federais que ligam o Amazonas a outros estados, como a BR-174, conhecida como Manaus–Boa Vista, e a estrada BR-319,  conhecida como “Rodovia Manaus–Porto Velho”, os números de acidentes também são consideráveis.

Segundo dados do SRPRF-AM, do período de janeiro à 22 de julho deste ano, foram registrados um total de 35 acidentes, sendo 32 acidentes na BR-174 e três na BR-319. Desses registros, foram contabilizadas quatro mortes.

No mesmo período do ano passado, foram registrados 59 acidentes, sendo 56 na BR-174 e outros três na rodovia BR-319. Houve cinco óbitos à época.

Conforme o órgão federal, os trechos mais críticos na BR-174, são os primeiros 30 quilômetros. Já na BR-319, a SRPRF-AM destaca “pelo reduzido número de acidentes não foi possível identificar um trecho mais crítico, pois os acidentes foram em locais distintos”, quanto às possíveis causas de acidentes foram detectadas: desobediência às normas de trânsito pelo condutor; falta de atenção à condução, e falta de atenção de pedestres.

O diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo Sá, destaca a importância de manter as vias bem sinalizadas para evitar acidentes.  “As causas de acidentes de trânsito em rodovias são as mais variadas. A gente bem sabe que um trânsito seguro é composto por diversas circunstâncias, entre elas a qualidade da pista e a sinalização adequada. A gente precisa ter esses cuidados e ferramentas para que o condutor possa fazer todo o seu trajeto com segurança”, afirmou ele, ao adiantar que já há um acordo que prevê repasse de verbas do órgão para uma nova sinalização das rodovias estaduais (ver abaixo).

Colisão na AM-010

No último fim de semana, duas pessoas morreram e 12 ficaram feridas após uma colisão frontal envolvendo um táxi e um carro de passeio no quilômetro 184 da rodovia AM-010, a 78 quilômetros de Manaus. Uma criança de dois anos de idade, identificada pelas iniciais D.S., foi transportada do município de Itacoatiara para a capital amazonense às 16h de domingo.

Seis vítimas receberam alta da unidade médica de Itacoatiara e cinco permaneciam internadas em hospitais públicos da capital.

Sinalizar, fiscalizar e educar como prevenção

A fim de garantir mais segurança aos condutores, de acordo com o diretor-presidente do Detran-AM, Rodrigo de Sá, brevemente será implantada uma nova sinalização nas estradas estaduais. Para isso, o órgão assinou um protocolo de intenções que garante o repasse de R$ 2 milhões para a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra). Segundo ele, o recurso terá finalidade de aplicação exclusiva em ações de sinalização viária na capital e nos municípios do interior do Estado.

“Tanto a AM-010 quanto a AM-070 estão no cronograma da Secretaria de Estado de Infraestrutura nesse processo de recapeamento e recuperação assim como no projeto de sinalização, algo que há muito tempo não se fazia. Estamos fazendo parceria com a Seinfra, tanto que nós celebramos um convênio que prevê um repasse de R$ 2 milhões de arrecadação das multas, que já estão incluídos no pacote de reformulação que tem como prioridade as estradas estaduais”, disse ainda.

O investimento, segundo o órgão, vai garantir a sinalização horizontal e vertical das rodovias estaduais, ramais, vicinais e dos sistemas viários de municípios do interior. O repasse desse recurso está na fase de ajustes técnicos para a efetivação do convênio.

As ações de fiscalização e conscientização também são essenciais para garantir a segurança. De janeiro a junho de 2019, o Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot) do Detran-AM, por exemplo, realizou 151 operações que ocorreram em Manaus e nos municípios de Presidente Figueiredo, Manacapuru, Rio Preto da Eva e Parintins. Nesse período, foram realizados 10.782 testes de alcoolemia, popularmente conhecido como bafômetro.

Nos seis primeiros meses de 2019, a Gerência de Educação para o Trânsito do órgão  realizou 149 cursos e ações educativas realizadas em escolas, empresas, outras instituições públicas e privadas em Manaus e em sete municípios do Amazonas. Essas ações alcançaram 61.909 pessoas.

News karol 2d8bdd38 ce99 4bb8 9b75 aaf1a868182f
Repórter de Cidades
Jornalista formada pela Uninorte. Apaixonada pela linguagem radiofônica, na qual teve suas primeiras experiências, foi no impresso que encarou o desafio da prática jornalística e o amor pela escrita.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.