Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
INVESTIGAÇÃO

Acusado de matar cabo da Polícia Militar a facadas no São José é preso, diz secretário

O autor do crime, segundo o secretário-geral adjunto Ivo Martins, se apresentou após ter tido a prisão preventiva decretada



CABO_3BDF33B7-D57D-4422-8489-98F413F7F10D.JPG O cabo da Polícia Militar Heverton Freitas, 38, foi morto em frente da sua casa. Foto: Divulgação
03/12/2018 às 17:44

Alysson Queiroz, acusado de ter assassinado o cabo da Polícia Militar Heverton Freitas, 38, na manhã do último sábado (1°),  foi preso na manhã desta segunda-feira (03), segundo informações do secretário de segurança coronel Amadeu Soares. A informação foi confirmada durante coletiva de impressa onde a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) apresentou o balanço dos homicídios ocorridos no mês de novembro.

O autor do crime, segundo o secretário-geral adjunto Ivo Martins, se apresentou na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), após ter tido a prisão preventiva decretada.  “Os detalhes de como isso aconteceu vai ser repassado para a imprensa amanhã de manhã durante coletiva”, explicou.

Segundo informações da polícia  especializada, Heverton, lotado na 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), foi morto com nove facadas no bairro São José 3, quando o militar estava bebendo na frente da própria casa com os amigos. Na ocasião, ele e Alysson teriam tido uma discussão e o suspeito desferido vários golpes de faca contra o pescoço e tórax da vítima.

Na coletiva as autoridades falaram sobre a redução de 25% nos casos de homicídios  no mês de novembro. Os números foram analisados com base no mesmo período do ano passado. “A maior parte dos crimes ainda está ligado à execução, mas estamos trabalhando para reduzir ainda mais. Agindo no combate ao crime organizado. Mas a gente está otimista com essa redução. A melhor dos últimos quatro anos. O que mostra que estamos fazendo um bom trabalho”, falou.

O órgão apresentou ainda uma queda de 29% nos casos de latrocínio também no mês anterior. Segundo a SSP, até agora a polícia já prendeu mais de 683 pessoas suspeitas de homicídios e 64 por latrocínio. Em novembro foram 51 assassinatos, sendo a maioria de pessoas do sexo masculino, com idades entre 18 e 24 anos.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.