Domingo, 21 de Abril de 2019
publicidade
show_1_28B6AFB7-E6B5-4F8B-BAA6-D53C1DCD7A96.jpg
publicidade
publicidade

CHACINA

Acusados de chacina que vitimou família em Manaus são condenados a 213 anos de prisão

O crime, cometido em 2015 no bairro Jorge Teixeira, teria sido motivado por vingança. Quatro membros da mesma família foram assassinados a tiros


13/12/2018 às 09:19

O Conselho de Sentença da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus julgou e condenou cinco acusados de envolvimento numa chacina que vitimou quatro pessoas de uma mesma família, crime ocorrido em setembro de 2015, na rua 7, do bairro Jorge Teixeira, zona Leste de Manaus. O crime teria sido motivado por vingança.

Realizada no Fórum Henoch Reis e presidida pela juíza titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Ana Paula de Medeiros Braga, a sessão de julgamento iniciou na manhã de sexta-feira (7) e foi concluída na madrugada do último sábado (8). O Ministério Público do Estado do Amazonas esteve representado pela promotora de justiça Clarissa de Moraes Brito, com os réus sendo defendidos pelo defensor público Rafael Albuquerque Maia e o advogado Mozarth Ribeiro.

Pela execução dos crimes, os jurados condenaram Hugo Leonardo dos Santos Machado, Leandro dos Santos Machado e Frank Wilton Pereira da Silva. Os dois primeiros, a 68 anos de prisão, em regime fechado; e Frank Wilton recebeu pena de 72 anos de reclusão. As condenações foram pelas mortes de Pedro Cassiano dos Santos Boeno, Vinícius Boeno de Lima, Luís Carlos dos Santos Boeno e Francisco Marques dos Santos.

Já os réus Jairo Costa Marinho e Andrews Moreira Vidinha receberam penas de 2 e 3 anos de reclusão, respectivamente, pelo fornecimento das armas para a execução da família.

Hugo Leonardo dos Santos Machado, Leandro dos Santos Machado e Frank Wilton Pereira da Silva foram condenados com base nos art. 121, § 2º, I (motivo torpe) e IV (recurso que dificultou a defesa do ofendido), combinados com o art. 69, caput, por quatro vezes, do Código Penal. Jairo Costa Marinho e Andrews Moreira Vidinha foram condenados por porte ilegal de arma de fogo.

O crime

Conforme o inquérito que serviu de base para a apresentação da denúncia, pelo Ministério Público, no dia 19 de setembro de 2015, por volta das 06h30, na rua 7 do bairro Jorge Teixeira IV, Hugo Leonardo dos Santos Machado, Leandro dos Santos Machado e Frank Wilton Pereira da Silva, chegaram na residência da família, armados de revolveres e uma escopeta e atiraram contra Pedro Cassiano Boeno, Vinícius Boeno de Lima, Luis Carlos Santos Boeno e Francisco Marques dos Santos. Todos morreram no local.

De acordo com o inquérito, as vítimas estavam dormindo quando os imóveis onde residiam foram invadidos pelos executores. Jairo Costa Marinho e Andrews Moreira Vidinha forneceram as armas para a execução do crime. Ainda segundo os autos, a chacina seria uma vingança pelo homicídio de Vítor Oliveira Vasconcelos, ocorrido quatro dias antes e praticado por Gustavo, irmão de Pedro (vítima) e filho de Francisco (outra vítima).

*Com informações da assessoria de imprensa

publicidade
publicidade
Justiça decreta prisão de três pessoas pelas mortes na Muzema, no RJ
Morre 2º homem atingido por tiros do Exército contra carro de família no Rio
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.