Publicidade
Manaus
POLÍCIA

Adolescente é apreendido acusado de matar mulher e fazer sexo com o cadáver

Jovem de 17 anos confessou crime à polícia, mas laudo do IML deve comprovar possível vilipêndio (sexo com cadáver). Adolescente foi conduzido para Unidade de Internação Provisória 11/12/2018 às 16:41
Show deaai 8c8da560 f65a 44e8 b942 6f57c4f7ffc8
Foto: Arquivo/AC
Fábio Oliveira Manaus (AM)

Um adolescente de 17 anos foi apreendido suspeito de matar e estuprar em seguida uma mulher de 57 anos. O crime teria ocorrido na Comunidade São Tomé, situada no Arquipélago Anavilhanas, Zona Rural de Manaus.

O adolescente foi interceptado por agentes da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) nessa segunda-feira (10) e levado para a Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai). Ele confessou o crime após ser denunciado por moradores da área.

De acordo com o delegado titular da Deaai, Paulo Henrique Benelli, o jovem relatou à DEHS que bebia com a vítima, identificada como Irene de Andrade, e que após uma discussão, a empurrou no chão, desferiu socos e chutes no rosto e ainda desferiu golpes com uma machada pequena.

Ele revelou que durante a bebedeira disse ter interesse na irmã da vítima, mas Irene não teria gostado da brincadeira e iniciou uma discussão.

Outro rapaz que estaria na casa antes do crime disse à polícia que o jovem teria matado a vítima e depois tido relações sexuais com a mulher morta, o que caracteriza vilipêndio (sexo com cadáver).

Segundo o delegado, a confirmação do vilipêndio só será confirmada após emissão de laudo do Instituto Médico Legal (IML).

O jovem foi autuado por homicídio qualificado por motivo fútil. Ele foi ouvido na Deaai e, depois de determinação do Ministério Público, foi conduzido à Unidade de Internação Provisória.

Publicidade
Publicidade