Quarta-feira, 13 de Novembro de 2019
Manaus

Adolescente é assassinado a facadas no Terminal 4 após tentar proteger a mãe durante assalto

Vítima esperava ônibus com a mãe e o irmão mais velho quando foram abordados por assaltantes. Após reagirem quando a bolsa da mãe foi puxada, todos foram esfaqueados, mas apenas o filho de 17 anos morreu



1.jpg O incidente aconteceu dentro do Terminal 4, que recebia intenso fluxo de pessoas no momento do crime
08/02/2015 às 18:54

Um estudante de 17 anos morreu após tentar salvar a mãe de um roubo, dentro do Terminal 4 (T4), no Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus, no sábado (7). O caso deve ser investigado pela Delegacia Especializada em Roubos e Furtos (Derf), já que o caso está sendo tratado como latrocínio.

Familiares contaram à reportagem que Jhonata da Silva Pimentel, 17, estava esperando o ônibus para voltar para casa, juntamente com a mãe, Maria Pinheiro da Silva, 64, e o irmão, Jerlan Palheta de Souza, 25, quando dois homens se aproximaram e tentaram puxar a bolsa mulher. Instintivamente, os jovens reagiram a ação dos bandidos, mas não observaram que eles estavam armados com facadas.  



Os suspeitos esfaquearam os três e fugiram do local, correndo. “O terminal estava lotado, mas ninguém se meteu nessa hora porque os caras estavam armados. Eles saíram correndo, com as facas em punho, como se estivessem intimidando as outras pessoas”, contou uma das irmãs do estudante, Maria Iranildes.

Após a fuga dos bandidos, a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram acionados, mas ninguém foi preso. Jhonata, Maria e Jerlan foram socorridos e encaminhados para o Hospital e Pronto Socorro Platão Araújo, também no Jorge Teixeira, mas na manhã de domingo Jhonata morreu.

De acordo com a polícia, ele levou varias facadas pelo corpo. Já a mãe e o irmão do estudante sofreram apenas alguns ferimentos e receberam alta. “Estamos chocados com isso. Ninguém fez nada para ajudar”, lamentou a irmã.

Inicialmente o caso foi registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Seqüestros (DEHS), que confirmou a versão dada pela família. Mas como o caso está configurado como latrocínio (roubo seguido de morte), será encaminhado para a especializada em Roubos e Furtos (Derf).

Ainda segundo a Polícia Civil, além dos dois homens, outras duas meninas, que seriam acompanhantes dos bandidos, foram vistas no local. Ninguém foi preso até o fechamento da edição.

Morto em banda de carnaval

Um homem ainda não identificado foi morto a pauladas na noite de sábado (7), no Centro. De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi encontrada já sem vida na rua 10 de Julho, por volta das 23h, e chegou a ser levada para o Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, na Zona Leste.

A suspeita é de que o homem estivesse “pulando” Carnaval em uma das bandas que aconteciam na área, mas a motivação é desconhecida. O homem possui entre 20 e 25 anos, tinha 1,70m de altura, cabelos encaracolados e tem uma tatuagem no ombro.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.