Publicidade
Manaus
HOMICÍDIO

Jovem é morta por família não compactuar com o tráfico no Beco da Sorte, na ZL

Ana Cristina, de 15 anos, levou tiro no rosto na Sexta-Feira da Paixão e, no domingo (27), não resistiu ao ferimento 28/03/2016 às 14:21 - Atualizado em 28/03/2016 às 14:43
Show vel
Local onde Ana foi assassinada (Foto: Divulgação)
acritica.com Manaus (AM)

Traficantes de drogas voltaram a dominar o beco da Sorte, bairro São José, Zona Leste, e a matar concorrentes, desafetos e devedores. Na última quarta-feira (23) assassinaram Natanael dos Santos de Moura, 18, com vários tiros. Um adolescente de 15 anos, que estava com ele no momento do crime, foi atingido na perna e levado ao Hospital e Pronto-Socorro Dr. Platão Araújo, na mesma zona. Depois, na Sexta-Feira da Paixão (25), atingiram a adolescente Ana Cristina Silva Souza, 15, com um tiro no rosto. No domingo (27), ela não resistiu e morreu no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, na Zona Leste.

De acordo com informações da polícia, um traficante identificado como “Vavá” está sendo apontado como o mandante do crime de Ana Cristina. Familiares informaram à polícia que a motivação do crime é porque eles não concordavam com a venda de drogas em via pública no local, e os traficantes acham que a família os denunciou.

Quando foi na última sexta, por volta das 19h, a casa onde Ana morava foi invadida por homens armados que procuravam uma pessoa. Como esta não foi encontrada, eles atiraram na adolescente. No local estava ela, a avó e um irmão de 12 anos. O crime é investigado pela Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS).

Histórico

O Beco da Sorte é o mesmo que, no dia 5 de julho do ano passado, pelo menos oito pessoas ficaram feridas, uma morreu e uma criança foi pisoteada. Um grupo de pelo menos dez homens encapuzados e armados invadiu o local e saiu atirando.

Publicidade
Publicidade