Publicidade
Manaus
POLÍCIA CIVIL

Adolescente procurado por homicídio cometido em 2016 é apreendido pela PC

Jovem tem 16 anos e confessou estar envolvido na morte de outro adolescente da mesma idade; ele será encaminhado ao Centro Socioeducativo Dagmar Feitoza, onde ficará internado por três anos 13/12/2017 às 16:22 - Atualizado em 13/12/2017 às 16:26
Show f2370aef 184b 4b79 a689 d78989325da1
Foto: Divulgação
acritica.com* Manaus (AM)

Um adolescente de 16 anos foi apreendido, na manhã desta quarta-feira (13), pela Polícia Civil do Amazonas em cumprimento de uma mandado de busca e apreensão por homicídio qualificado cometido em 2016. O fato ocorreu na rua Milão, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

Conforme a delegada Elizabeth de Paula, titular da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), o infrator cometeu o delito no dia 3 de março de 2016, por volta das 20h30, bairro Jorge Teixeira. A vítima tinha 16 anos.

O crime, na época, foi registrado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), porém o caso foi encaminhado para a Deaai, pelo fato do autor ser adolescente.

“Ao longo das investigações em torno do caso constatamos que o adolescente seria o autor do homicídio e que o ato criminoso teria motivo torpe e traição. Durante as diligências, tivemos o apoio da mãe da vítima e, diante das provas obtidas, representei à Justiça o mandado de busca e apreensão em nome do rapaz. O documento foi expedido no dia 25 de julho deste ano”, explicou a delegada.

Confissão

De acordo com a autoridade policial, em depoimento na especializada o adolescente confessou que estava no local do crime trabalhando como vendedor autônomo quando cometeu o homicídio. Representantes do Poder Judiciário acreditam que houve uma emboscada, pois o infrator atirou nas costas da vítima.  

O adolescente irá responder por ato infracional análogo ao crime de homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos legais na Deaai, ele será encaminhado ao Centro Socioeducativo Dagmar Feitoza, onde ficará internado por três anos.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade