Publicidade
Manaus
Manaus

Adolescente que esperou por socorro no Ceasa morre em Manaus

Após uma hora e meia de viagem de barco, o menino ainda teve que esperar por ambulância da Susam, que não chegou. O socorro foi prestado pelo Samu 04/06/2013 às 22:47
Show 1
Enison Palheta sentia fortes dores nas pernas e no peito e estava com uma sonda na região do abdômen quando foi deixado no chão
acritica.com ---

O adolescente Enison Palheta, que viajou uma hora e meia de Autazes (a 108 quilômetros da capital) até Manaus em busca de atendimento médico especializado, morreu nesta terça (4), no Hospital Joãozinho SPA da Criança no São José I, Zona Leste.

Chegando ao porto do Ceasa, o jovem teve que esperar em uma maca colocada no chão por uma ambulância da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) que deveria estar a sua espera, por quase uma hora. Na ocasião, o pai Hélido Palheta disse que sentia vergonha da situação. “A gente procura a capital e a situação está assim? Isso é uma falta de respeito”, desabafou.

O socorro foi prestado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Enison foi encaminhado para o Hospital Pronto Socorro 28 de agosto, no Adrianópolis. Segundo o pai, o jovem nem chegou a ser medicado, fez um exame de raio x e logo foi encaminhado para o Joãozinho.

Após horas agonizando, Enison morreu na manhã desta terça-feira (4), nos braços do pai. "Não deram a devida atenção para meu filho, cheguei a gritar: pelo amor de Deus, meu filho está morrendo, mas ninguém fez nada", lamentou.

Através de nota enviada para a equipe da TV A Crítica, a Susam informou que Enisson foi avaliado pela equipe de neurologia do hospital e passou por vários tipos de exames, recebendo a indicação de fratura medular provavelmente em decorrência de uma queda. A secretaria informou ainda que vai abrir sindicância para apurar os procedimentos adotados, desde o transporte até o atendimento na capital.

O enterro de Enisson Palheta de 14 anos está previsto para esta quarta-feira (4), em Autazes.

*Com informações da TV A Crítica

Publicidade
Publicidade