Publicidade
Manaus
Manaus

Adolescente suspeito de participação em homicídio é apreendido na casa da mãe

Considerado pela Polícia Civil como um indivíduo de 'alta periculosidade', o menor de 17 anos, é acusado pelos demais suspeitos de morte de Mayara Dias de ter espancado a jovem antes do homicídio e de ter cavado o buraco em que ela foi enterrada. O menor é também suspeito de outro homicídio 04/08/2015 às 20:31
Show 1
Luquinha’ será ouvido na DEHS, e posteriormente será encaminhado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), onde ficará à disposição do Ministério Público.
Kamyla Gomes Manaus (AM)

O adolescente L.D.R, de 17 anos, conhecido como ‘Luquinha’ foi apreendido na tarde desta terça-feira (4), por volta de 15h, na casa da mãe localizada no bairro Santa Etelvina, Zona Norte de Manaus. Segundo a polícia, ele está envolvido na morte de Mayara Rodrigues Dias, 22, ocorrido na madrugada do dia 4 de dezembro de 2014.

Conforme o investigador da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) Geraldo Filho, foi o ‘Luquinha’ quem espancou Mayara antes dela ser morta. Os depoimentos dos suspeitos revelaram que o adolescente cavou o buraco em que a vítima foi enterrada.

Na semana passada, Ruth Helena do Rosário Gomes, 28, e Eduardo Castilho Ferreira, 21, foram presos pela morte de Mayara. O homicídio, segundo os dois, foi motivado porque Mayara roubou um revólver que estava em posse dos dois.


Ruth e Eduardo, conhecido como 'Big Bull', foram presos na semana passada. Foto: Erlon Rodrigues/Polícia Civil

“Chegamos até ele através de denúncias apontando que estava se escondendo na casa da mãe. Fizemos o cerco na casa e ele estava lá. É considerado um menor de alta periculosidade e disse que tudo que acontece no bairro onde morava, os vizinhos jogam a culpa para ele. Ainda falta um ser preso, um homem identificado como ‘Cabeça’,” informou Geraldo Filho.

Ainda conforme o investigador, o adolescente também é suspeito de assassinar, com um tiro de escopeta na cabeça, um homem identificado como Marcos Alfredo Alves da Luz, de 20 anos. Esse assassinato ocorreu na noite do dia 12 de maio deste ano, no Conjunto João Paulo, Nova Cidade, Zona Norte da capital.

‘Luquinha’ será ouvido na DEHS e posteriormente será encaminhado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), onde ficará à disposição do Ministério Público e da Justiça.

Publicidade
Publicidade