Publicidade
Manaus
Manaus

Adolescentes da Zona Norte participam de curso de música ministrados por policiais militares

Moradores do Novo Israel aprovaram a iniciativa da Polícia Militar e aproximadamente quarenta pessoas estiveram na sede da 18ª Cicom 01/11/2013 às 10:14
Show 1
Os jovens da comunidade são selecionados por meio da liderança comunitária e passarão a ter aulas de violão, seguido de guitarra, saxofone e bateria
Bruna Souza Manaus, AM

A relação entre comunidade e a polícia é fundamental para consolidação da Segurança Pública, pensando nisso os policiais militares da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), localizada na rua Chico Mendes, bairro Novo Israel, Zona Norte de Manaus, realizaram na manhã desta sexta-feira (1º) a aula inaugural do projeto “Polícia Militar resgatando vidas através da Harmonia Musical”. Adolescente entre 12 e 17 anos terão aulas para aprender a tocar instrumentos musicais todas as terças e quintas-feiras, de 15h às 17h, ministradas por policiais da corporação.

De acordo com o comandante da companhia, o major PM Cledemir Silva, os jovens da comunidade são selecionados por meio da liderança comunitária do bairro e passarão a ter aulas, primeiramente de violão, seguido de guitarra, saxofone e bateria.

“Os próprios militares ministrarão as aulas, mostrando o vínculo com a comunidade. O nosso principal objetivo é mudar a realidade de muitos jovens, que geralmente são alvos de traficantes para a inserção na criminalidade”, declarou Cledemir.

Moradores do Novo Israel aprovaram a iniciativa da Polícia Militar e aproximadamente quarenta pessoas, entre pais, crianças e responsáveis, estiveram na sede da 18ª Cicom e participaram da aula inaugural. José Jorge Machado, que é morador do bairro há 15 anos disse a nossa equipe de reportagem que a ação é ótima e serve de exemplo para outros bairros.

“A iniciativa da nossa Cicom da área é excelente e deve ser seguida por outras companhias, pois essa relação entre a comunidade e a polícia só tem a ajudar na nossa segurança. O tempo que a criança e do adolescente não fazia nada, agora pode ser preenchida como forma de aprendizado, principalmente com a música”, finalizou.

#Colaborou o repórter Antônio Barros do Manaus Hoje

Publicidade
Publicidade