Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
REINTEGRAÇÃO SOCIAL

Adolescentes do sistema socioeducativo iniciam capacitação para ensino técnico

Durante seis meses, os jovens vão frequentar aulas diárias com professores de Centro de Ensino particular, a fim de prepará-los para ingresso no Ensino Médio Técnico



WhatsApp_Image_2019-09-25_at_15.28.42_D9A410A2-112D-4E0C-B12C-49C8B7BA7F86.jpeg Foto: Divulgação
26/09/2019 às 19:34

Dez adolescentes do sistema socioeducativo iniciaram, nesta quarta-feira (25), um curso de capacitação no Centro de Ensino Literatus. Durante seis meses, os jovens frequentarão diariamente aulas a fim de prepará-los para processos seletivos de ingresso no Ensino Médio Técnico.

A iniciativa é fruto de um Acordo de Cooperação assinado no início desta semana entre a instituição, a Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc) e o Sidia Instituto de Ciência e Tecnologia.



 A diretora de atendimento socioeducativo da Sejusc, Adriana Abreu, conta que para participar do projeto foi realizada uma triagem nas cinco unidades socioeducativas do Estado.

“Levamos em consideração a escolaridade, comportamento, conduta e o próprio interesse deles em fazer parte”, disse.

Durante a recepção dos jovens no seu primeiro dia na instituição, a mantenedora Elaine Saldanha contou sobre a importância do primeiro passo que os adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa estão dando.

“Esse é apenas o primeiro degrau que vocês estão subindo, temos aqui vários casos de alunos que vieram de situações de vulnerabilidade e hoje são profissionais reconhecidos na área em que atuam e muitos deles, inclusive, são professores aqui na instituição”, apontou a gestora do Literatus.

Segundo a diretora administrativa do Sidia, Vania Capela, o projeto intitulado “Quero Recomeçar” etende que a educação de qualidade e acessível a todos é essencial para que os jovens virem profissionais capacitados e possam atender às demandas do mercado.

“Por isso, pensamos em criar um projeto para investir na educação de pessoas em situação de vulnerabilidade. Para isso, buscamos uma instituição que abraçasse essa causa conosco e o Centro de Ensino Literatus se mostrou aberto à iniciativa”, explica.

As aulas para ingresso no Ensino Técnico vão ocorrer ao longo de seis meses. Os internos vão receber aulas nas disciplinas de Língua Portuguesa, Língua Inglesa e Matemática com professores da instituição, além de ter acesso a material didático.

*Com informações de Assessoria

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.