Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
FUGA

Adolescentes fugiram após levarem ‘banho de mijo’ no Centro Dagmar Feitosa, em Manaus

Ao todo, 34 adolescentes escaparam, sendo 22 já recapturados e 12 ainda nas ruas. Alguns deles fugiram em ônibus das linhas 219 e 222



65.jpg Foto: Gilson Mello
07/08/2017 às 15:09

Os 34 adolescentes que fugiram do Centro Socioeducativo Dagmar Feitosa, em Manaus, na manhã desta segunda-feira (7), levaram um “banho de mijo” despejado por outros internos antes de escaparem, segundo informou a secretária Graça Prola, titular da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc). Até as 15h de hoje, 22 haviam sido recapturados e 12 ainda estavam nas ruas.

“Foi uma ocorrência provocada por seis a oito adolescentes que estão na unidade por terem sido autores do crime de estupro. Estes garotos (apreendidos por estupro) jogaram mijo nos outros adolescentes que passavam para a sala de aula. Implicaram com eles e falaram palavras de baixo calão. Aí esses adolescentes (atingidos pelo ‘banho de mijo’) se revoltaram, arrombaram as salas de aula por dentro e saíram correndo”, disse Graça.



Segundo a secretária, 34 internos foram atingidos pela urina dos outros e, revoltados, fugiram da unidade. “Eles se dispersaram pelo pátio externo, quebraram a tampa de esgoto feita de ferro e concreto e usaram isso para quebrar o muro. Aí escapuliram 34 adolescentes. Já foram recapturados 18, estando ainda fora 16 adolescentes. Não houve maus tratos. Só o Samu foi acionado para buscar um adolescente que teve o joelho batido na hora da fuga”, reforçou a secretária.

Segundo ela, as devidas ações foram tomadas após a fuga. “Estamos providenciando comunicações com a juíza da Infância da Juventude, comunicando o Conselho Nacional dos Direitos Humanos e também a Delegacia do Menor sobre a evasão desses adolescentes. As atividades não estão normalizadas. Estamos solicitando da PM para fazer revista na unidade acompanhada de nós técnicos para evitar qualquer exagero”, disse Prola.

Fugiram de ônibus

Entre os adolescentes que escaparam, alguns deles fugiram embarcando em ônibus das linhas 219 e 222. Uma dona de casa de 40 anos afirmou que viu cerca de cinco a oito internos de bermuda, camisa e descalços mandando todos se afastarem.

“Eu tinha ido pegar meu filho na escola e na volta vi cerca de cinco a oito rapazes de bermuda, camisa e descalços entrando em dois ônibus 219 e 222. Todos na rua ficaram com medo por que eles estavam correndo e mandando todos afastarem”, disse a dona de casa, que preferiu não se identificar. Segundo ela, os ônibus seguiram sentido bairro/Centro.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.