Segunda-feira, 14 de Outubro de 2019
Manaus

Aeroporto de Manaus é o quarto pior do Brasil, conforme estudo da Secretaria de Aviação Civil

O Aeroporto Internacional Eduardo Gomes subiu uma posição em relação ao ano passado, quando obteve nota 3,55. Atrás de Manaus ficaram apenas os aeroportos do Galeão (RJ), Guarulhos (SP) e Cuiabá (MT)



1.jpg Apenas 3% dos entrevistados responderam que utilizam o transporte alternativo, enquanto 81% dos passageiros disseram utilizar o táxi como meio de transporte.
30/01/2015 às 09:29

Uma pesquisa de satisfação de passageiros divulgada pela Secretaria de Aviação Civil nesta quinta-feira (29) apontou que o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, de Manaus, é o quarto pior do Brasil, empatando com Salvador (BA), com nota 3,78 numa escala que vai de 1 a 5. Manaus subiu uma posição em relação à primeira pesquisa realizada no ano passado, quando obteve nota 3,55. 

Atrás de Manaus ficaram apenas os aeroportos Rio Galeão (RJ), Guarulhos (SP) e Cuiabá (MT), que obteve a menor nota (3,48). Os entrevistaram responderam 48 quesitos como o tempo de espera no check-in, oferta de transporte público, restituição de bagagem, limpeza dos banheiros, entre outros. O nível de confiança da pesquisa é de 95% e a margem de erro é de 5%.

A pesquisa ouviu 12.992 passageiros de vôos domésticos e internacionais durante os meses de outubro a dezembro do ano passado em 15 aeroportos do país: Viracopos, Brasília, Rio Galeão, Guarulhos, Confins, Natal, Congonhas, Fortaleza, Porto Alegre, Santos Dumont, Curitiba, Recife, Manaus, Salvador e Cuiabá. 


A melhor avaliação foi para o Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), com nota 4,29 na avaliação dos passageiros. Manaus integra a lista de aeroportos que recebem até 5 milhões de passageiros por ano, junto com Cuiabá e Natal. Entre as três capitais, Manaus teve a segunda melhor avaliação, com nota 3,78. O melhor aeroporto avaliado no grupo foi o de Natal (RN), com nota 3,86.

Avaliações

Na avaliação de transporte público utilizado, apenas 3% dos entrevistados responderam que utilizam o transporte alternativo, enquanto 81% dos passageiros disseram utilizar o táxi como meio de transporte.

Os quesitos mais bem avaliados foram a cordialidade dos funcionários no check-in e rigor na inspeção de segurança. O valor dos produtos comerciais, a quantidade e variedade de lanchonetes e restaurantes, a disponibilidade de internet wi-fi e caixas eletrônicos foram os quesitos que obtiveram as piores avaliações dos passageiros que passaram por Manaus. 

A pesquisa completa pode ser conferida no site da Secretaria de Aviação Civil.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.