Publicidade
Manaus
Manaus

Afonso Lins é exonerado do cargo de superintendente do Dnit AM/RR

A exoneração de Afonso Lins está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (28) 28/03/2013 às 15:39
Show 1
Afonso Lins
acritica.com Manaus

O superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Amazonas e Roraima (Dnit-AM/RR), Afonso Lins, foi exonerado do cargo, conforme portaria n 53, de 27 de março de 2013, publicada na edição desta quinta-feira (28/03) do Diário Oficial da União (DOU).

Afonso, que é filiado ao Partido da República (PR), sigla presidida pelo ex-ministro dos Transportes Alfredo Nascimento, deixa a pasta a partir de uma decisão do atual ministro Paulo Passos, que também integra a legenda.

Lins assumiu o Dnit em 2011, após perder a disputa por uma cadeira na Câmara dos Deputados, cargo ao qual concorreu pela chapa do então candidato ao governo do Amazonas, Alfredo Nascimento, que também não teve sucesso nas urnas. Afonso foi um dos poucos remanescentes do partido que restaram à frente de órgãos ligados ao Ministério dos Transportes após a saída do PR da base de sustentação da presidente Dilma Rousseff (PT) no Congresso Nacional.

A assessoria do Dnit em Brasília não se pronunciou acerca da exoneração e a do Ministério dos Transportes disse que comentaria o assunto ainda hoje. Até o momento não foi revelado o nome do substituto de Lins na função. Ele deixa o órgão sem a conclusão da obra da BR-319 (Manaus-AM / Porto Velho-RO), um dos principais pleitos do partido junto ao governo federal.

Durante a administração de Afonso, uma das principais polêmicas envolvendo o Dnit  surgiu a partir da constatação, pelo Tribunal de Contas da União (TCU), de superfaturamento na execução de obras de terminais fluviais em 17 municípios do Amazonas. A reportagem tentou contato com Afonso Lins por telefone, mas não obteve sucesso.

Publicidade
Publicidade