Publicidade
Manaus
ESTADO DE SAÚDE

Agente do Manaustrans atropelado por BMW corre risco de ter pé direito amputado

Conforme o boletim médico, que saiu por volta das 13h de hoje, parte do pé do agente está ficando necrosado e por isso a necessidade de amputação 02/10/2017 às 19:15 - Atualizado em 03/10/2017 às 21:37
Show manaustrans
Everaldo Praia Caldas, de 51 anos. Foto: Divulgação
Joana Queiroz Manaus (AM)

O agente do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), Everaldo Praia Caldas, de 51 anos, atropelado por uma BMW há duas semanas, corre o risco de ter o pé direito amputado, de acordo com informações da família dele. Ele ainda está internado em estado grave no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto.

A família está verificando com os médicos se apenas uma parte do pé pode ser retirada, mas até o final da tarde de hoje ainda não tinham uma resposta se isso seria possível ou não.

 “O meu irmão está há duas semanas nesse hospital e só piora o seu estado de saúde”, disse o irmão Antônio Praia Caldas. De acordo com Caldas, devido à atual demanda do HPS que está com a UTI superlotada, a ideia é que Everaldo seja transferido para outro hospital.

Transferência

Inicialmente os médicos descartaram a transferência devido à gravidade do estado de saúde do agente.  Conforme o irmão, na noite do último domingo (1°), os médicos se reuniram com a família da vítima, a do autor do atropelamento e assistentes sociais do Manaustrans e informaram que Everaldo, apesar da gravidade, poderia ser transferido. Porém uma das exigências dos médicos é que a transferência deveria ser para um hospital com UTI com recursos semelhantes ao do Hospital 28 de Agosto. O único com essa capacidade é o Hospital Adventista. O problema é a falta de recurso. “Estamos tentando conseguir um melhor tratamento para ele”, disse Antônio.

Investigação

O caso de atropelamento do agente de trânsito está sendo investigado pelo delegado Paulo Benelli, do 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Ainda hoje, o delegado informou que as investigações estão avançadas. Um adolescente de 17 anos foi identificado como sendo o autor do atropelamento. O veículo que ele dirigia, modelo BMW, foi identificado, apreendido e recolhido ao parqueamento do Detran-AM.

De acordo com o delegado, o adolescente disse que no dia do acidente foi desviar de um ônibus quando o seu veículo se chocou contra a motocicleta que estava o agente de trânsito. No entanto, as imagens colidas pela polícia mostraram que não tinha nenhum ônibus e que o carro estava em alta velocidade trafegando na contramão. Conforme Benelli, o adolescente poderá ser indiciado pelo crime de homicídio doloso que é quando a pessoa assume o risco tentado.

LEIA MAIS 

Adolescente de 17 anos é suspeito de atropelar com BMW agente de trânsito

Agente de trânsito denuncia esquema fraudulento de horas extras no Manaustrans

 

Publicidade
Publicidade