Publicidade
Manaus
Manaus

Ajudante de caminhão agride e estupra namorada em Manaus por ciúmes e desconfiar de traição

Ele deu socos no rosto dela, ordenou que a moça tirasse a roupa e introduziu o dedo na vagina dela à procura de esperma do suposto amante. Ele ainda riscou com uma faca o corpo de jovem até fazê-la sangrar 06/11/2014 às 15:31
Show 1
Na Delegacia da Mulher, infrator não recebeu direito a liberação por pagamento de fiança
VINICIUS LEAL Manaus (AM)

Um ajudante de caminhão de 22 anos foi preso pela polícia, em Manaus, por agredir e estuprar a namorada dele, uma estudante de 21 anos. Extremamente enciumado e desconfiando que a moça estivesse o traindo, ele deu vários socos no rosto da vítima, ordenou que ela tirasse a roupa e introduziu o dedo na vagina dela à procura de esperma do suposto amante.

O caso aconteceu em uma rua no conjunto Cidadão X, bairro Tarumã, na Zona Norte da cidade, por volta das 21h de quarta-feira (5). O homem, que não pode ter o nome revelado para garantir a integridade da vítima, chegou a riscar com uma faca as costas e a cabeça da moça até fazê-la sangrar, mesmo ela negando que estivesse tendo um caso com outro homem.

Estudante de uma escola no mesmo bairro no período noturno, a jovem disse na delegacia que havia saído mais cedo do colégio porque as aulas haviam terminado antes do previsto. O namorado, que sempre a buscava e fazia companhia no retorno para casa, ligou irritado para a jovem questionando onde ela estava, já desconfiando que a mesma estivesse “na cama” com outro homem, como ela relatou.

Pelo telefone, a vítima justificou que já estava em casa e questionou o porquê ele não estava lá. Conforme a assessoria de imprensa da Polícia Civil, a moça voltou para a residência dela por outro trajeto, diferente do que costuma fazer, e por isso se desencontrou do companheiro no meio do caminho. O rapaz disse, ao telefone, que tinha uma faca e iria matá-la.

Ao chegar a casa, o infrator a agrediu verbal e fisicamente, gritando e dando socos no rosto dela, e ainda riscou a ponta da faca nas costas e na cabeça da garota até fazê-la sangrar. Ainda fazendo ameaças, ele ordenou que ela tirasse a calça e a calcinha, para depois introduzir os dedos na vagina dela para tentar "achar" o esperma de uma outra pessoa.

A moça implorava em voz alta para que o rapaz parasse com as agressões, até que os vizinhos ouviram os pedidos de súplica e tentarem invadir a casa - entretanto, a porta estava trancada. Em certo momento, a vítima pediu para beber água porque estava com sede e, com a permissão do agressor, a jovem aproveitou para correr, fugindo para fora da residência.

Ajuda dos vizinhos

Do lado de fora, alguns vizinhos a socorreram e a levaram para um hospital. Outros entraram na casa para agredir o ajudante de caminhão, que percebeu tudo a tempo e fugiu pulando muro até o imóvel vizinho. O morador da residência ao lado permitiu que o agressor ficasse ali, escondendo ele dos outros moradores da rua, mas sem saber o porquê da fuga - conforme revelaram depois à polícia.

Uma viatura da 20ª Companhia Interativa de Comunitária (Cicom) chegou ao local e os policiais militares conseguiram prender o infrator em flagrante e levá-lo para uma delegacia. Devido à gravidade e a forma do crime cometido, o ajudante de caminhão não recebeu benefício de liberação por pagamento de fiança e permanecerá preso.

Ainda de acordo com a assessoria da Polícia Civil, o casal não possui filhos e estava junto há 11 meses. Sempre o companheiro se mostrou ciumento e agressivo, mas nunca havia cometido agressão física, revelou a vítima. Ele foi autuado por estupro e lesão corporal e será levado para a Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, localizada no Centro de Manaus.

Publicidade
Publicidade