Publicidade
Manaus
Manaus

Ajudante de pedreiro é morto ‘por engano’ em ramal na BR-174

Pistoleiros invadiram casa da vítima, efetuaram disparos e depois disseram “matamos o cara errado, não era ele” 11/09/2015 às 12:33
Show 1
Anderson Thiago Augusto Almeida tinha 21 anos
Édria Caroline Manaus

O ajudante de pedreiro Anderson Thiago Augusto Almeida, 21, foi morto com três tiros por volta das 23h de ontem, quinta-feira (10), dentro da própria residência, no ramal do Cuxiú, no Km 23 da rodovia BR 174.

De acordo com familiares da vítima, que não quiseram se identificar, Anderson estava em casa, quando dois homens em uma moto chegaram perguntando por ele e invadiram a casa, efetuando os disparos. O jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Após matarem Anderson, os criminosos teriam comparado uma foto com o rosto de Anderson e falaram “matamos o cara errado, não era ele” e fugiram na moto. Ainda segundo familiares, Anderson teve uma discussão com pessoas de outro ramal do domingo (6) por motivos que a família desconhece.

O caso será investigado na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que fica localizada em Manaus. Até a publicação desta matéria, nenhum suspeito do crime havia sido preso ou identificado.

Publicidade
Publicidade