Quarta-feira, 28 de Outubro de 2020
CENÁRIO

Aleam adia pela terceira semana votação de 17 proposituras

Pelo segundo dia seguido nesta semana, o presidente da ALE-AM, deputado Josué Neto (PRTB), encerrou a sessão plenária, que durou uma hora e dez minutos, por falta de quorum



show_show_show_920539D6-666C-4C90-941B-3B882D0F55E7_3B331B3E-9FED-4A68-8797-4044A5DE75D2.jpeg Foto: Divulgação
30/09/2020 às 18:55

Enquanto vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) analisaram oito projetos de lei nesta quarta-feira (30), a Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) adia pela terceira semana seguida uma pauta de votação com dezessete proposituras.

Apesar de apreciar projetos e pareceres de comissões temáticas da CMM, sete vereadores faltaram a sessão plenária desta quarta-feira. Além disso, com debates pouco produtivos durante o pequeno expediente, espaço para debates entre os parlamentares, o 2° vice-presidente da Câmara, Fred Mota (Republicanos), encerrou os trabalhos antes das 11h00.



Os vereadores que faltaram a última sessão da semana foram: Chico Preto (DC), Claudio Proença (PMN), David Reis (Avante), Marcelo Serafim (PSB), Mauro Teixeira (PMN), Mirtes Salles (Republicanos), Rosinaldo Bual (PMN), e Rosivaldo Cordovil (PSDB). O presidente da Casa, Joelson Silva (Patriota), está afastado desde esta segunda-feira (28), por ter testado positivo para o novo coronavírus.

Todos os faltosos concorrem à reeleição como vereadores. Apenas Chico Preto que concorre à Prefeitura de Manaus e o vereador Hiram Nicolau que já manifestou vontade de não continuar no cargo.

ALEAM

Pelo segundo dia seguido nesta semana, o presidente da ALE-AM, deputado Josué Neto (PRTB), encerrou a sessão plenária, que durou uma hora e dez minutos, por falta de quorum. Os deputados Serafim Corrêa (PSB), Wilker Barreto (Podemos), João Luiz (Republicanos), Felipe Souza (Patriota), Dermilson Chagas (Podemos), Carlinhos Bessa (PV), Fausto Júnior (PRTB) e Sinésio Campos (PT) se revezaram durante o tempo do pequeno expediente.

A Assembleia publica de maneira irregular a presença dos parlamentares no Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL). A lista de presença do mês de agosto e do mês de setembro ainda não estão disponíveis na plataforma.

A reportagem perguntou da diretoria de comunicação da ALE, se existe uma dispensa informal (recesso branco) da presidência, nas figuras de Josué Neto e Alessandra Campêlo (MDB), para os deputados que são candidatos ou apoiadores, cumprirem agenda de campanha, mas não obteve resposta.

Também não respondeu se os deputados faltantes serão punidos com cortes na remuneração. Tampouco disponibilizou a lista dos deputados presentes na sessão desta quarta feira, que não foi publicada no SAPL.

Josué Neto se comprometeu a responder e até pediu tempo, mas até a publicação da matéria, o deputado não deu retorno. Por causa das sucessivas faltas dos parlamentares estaduais, a Casa deixou de votar 38 matérias num prazo de um quase três semanas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.