Publicidade
Manaus
SEGURANÇA PÚBLICA

Alegoria Proibida: 58 pessoas são presas e dez adolescentes apreendidos durante operação

Entre os presos há sete homicidas. Os mandados de prisão preventiva são relacionados, principalmente, aos crimes de tráfico de drogas, roubos, furtos e homicídios 02/02/2018 às 12:07 - Atualizado em 02/02/2018 às 12:12
Show pol cia
Fotos: Gilson Mello
acritica.com Manaus (AM)

Cinquenta e oito pessoas foram presas e dez adolescentes apreendidos até as 10h30 desta sexta-feira (2) durante a Operação Alegoria Proibida, deflagrada hoje em todas as zonas de Manaus pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). Entre os presos há sete homicidas.

Os mandados de prisão preventiva, busca e apreensão autorizados pela Justiça do Amazonas são relacionados, principalmente, aos crimes de tráfico de drogas, roubos, furtos e homicídios e outros mandados criminais relacionados ao envolvimento com o tráfico.

A operação envolve todos os 30 Distritos Integrados de Polícia (DIPs) da capital. Um efetivo extra de aproximadamente 800 policiais civis e militares participou da ação, que partiu do Comando de Policiamento Especializado (CPE), no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste, por volta das 5h10.

O vice-governador e Secretário de Segurança do Amazonas, Bosco Saraiva, participou do início dos trabalhos, quando o efetivo estava reunido no CPE. Saraiva ressaltou que a operação decorre de uma investigação que iniciou em dezembro do ano passado, desenvolvida pelos setores de inteligência da forças de segurança do Amazonas.

“Nós estamos combatendo, desde a fronteira, os grandes volumes e indo buscar na fonte de distribuição. É uma ação para combater o tráfico doméstico de entorpecentes. Estamos em pleno Carnaval, as grandes bandas iniciaram desde a semana passada e temos uma programação para reforçar o combate ao tráfico de drogas e todos os ilícitos nesse período”, disse Saraiva.

Trabalhos

A Operação Alegoria Proibida teve início em janeiro e, até o momento, já foi realizada nos municípios de Manacapuru, Careiro Castanho, Itacoatiara e Parintins. O Delegado Geral da Polícia Civil do Amazonas, Mariolino Brito, disse que após serem cumpridos os mandados, os presos serão levados para o Instituto Médio Legal (IML) para passarem pelo exame de corpo de delito.

“O foco é mobilizar toda a nossa polícia, todos os bairros. Todos os distritos estão envolvidos nesse trabalho que é um junto com a Polícia Militar. Nós estamos mexendo com a cidade toda para que a segurança pública chegue em todos os lugares”, disse Brito.

Publicidade
Publicidade