Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2020
TRIAGEM

Alejandro deve passar a noite em centro de triagem de presídio

O filho da primeira-dama seguiu da DEHS para exame de corpo de delito, no IML e, de lá, deve seguir ao CDPM. Ele saberá em qual presídio deverá ficar preso provisoriamente na manhã de terça (8)



46f52c58-7f95-467b-a096-d027f5883283_3F51645B-74BE-451B-96E4-C13D4165514A.jpg Foto: Winnetou Almeida
07/10/2019 às 20:06

Alejandro Molina Valeiko deixou a sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), por volta das 19h30 desta segunda-feira (7), no camburão de uma viatura policial,  a caminho do Instituto Médico Legal (IML) para realizar exame de corpo de delito. O filho da primeira-dama deve então seguir para o Centro de Detenção Provisório Masculino, onde passará a noite no Centro de Recebimento e Triagem e, só depois disso, saberá em qual presídio ele irá cumprir prisão provisória, na manhã desta terça (8).

A informação da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) foi confirmada pela Polícia Civil do Amazonas. 



A ida de Alejandro ao CDPM foi determinada após uma decisão do desembargador José Hamilton Saraiva dos Santos, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM), que revogou uma concessão de prisão domiciliar para o suspeito, expedida pela desembargadora Joana dos Santos Meirelles, plantonista do TJAM, nesta segunda-feira.

"Recebemos uma determinação diversa da que nós tínhamos anteriormente, desta vez, para recolhe-lo na penitenciária, e nós vamos cumprir a ordem judicial que chegou até nós. O oficial já está na delegacia. Nós estamos providenciando o exame de corpo e delito dele, e ele será encaminhado à cadeia pública", disse o titular da DEHS, Paulo Martins.

>>> Leia mais: Laudo médico não invalida prisão temporária de Alejandro, aponta desembargador.

O advogado de Alejandro, Marco Aurélio Choy, disse que "é um processo natural" que a defesa tente reverter essa decisão.

"A polícia investiga e nosso papel é sempre colaborar com as investigações da polícia, reiterando que ele foi o primeiro a prestar depoimento já na segunda-feira, fazer o exame de corpo de delito. (...) Acho que todos estão interessados em ter a solução desse caso, a família do Flávio, a sociedade, o próprio Alejandro, todo mundo quer saber a verdade dos fatos e é do nosso interesse também", disse.

Ele afirma que as condições de saúde de Alejandro não permite que ele vá para uma unidade prisional.

"Ele vem de um tratamento de internação, tem laudos pisiquiátricos nesse sentido, há uma série de medicações que ele deve tomar. Nós entendemos que ele não teria condições de estar nessa unidade, até porque nenhum dos outros presos estão em unidades prisionais. Todos estão em delegacias e, estranhamente, somente o Alejandro foi encaminhado para o Sistema Prisional do Estado", completou.

Alejandro desembarcou em Manaus e seguiu, no início desta tarde, para prestar esclarecimentos na DEHS. O suspeito havia chegado na unidade policial por volta de 12h. Ele estava internado em uma clínica psiquiátrica no Rio de Janeiro.

>>> Leia mais: Caso Flávio Rodrigues: o que se sabe sobre a morte do engenheiro

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.