Quinta-feira, 02 de Abril de 2020
FISCALIZAÇÃO

Alfândega apreende óleo de maconha para cigarro eletrônico e outras drogas em Manaus

Durante a ação, além das drogas, foram apreendidos celulares e perfumes em diversas encomendas chegando e saindo da capital amazonense



WhatsApp_Image_2020-02-07_at_17.17.03_E658A475-6B7E-420F-9863-7D458FCB723C.jpeg Foto: Divulgação/SEREP
07/02/2020 às 18:24

O Serviço de Vigilância e Repressão ao Combate ao Contrabando e Descaminho da Alfândega do Porto de Manaus (SEREP) apreendeu, ontem (6), diversos tipos de droga, algumas embaladas de forma curiosa, com objetivo de despistar a ação de fiscalização nas agências dos Correios.

Conforme a assessoria de imprensa do órgão, as apreensões aconteceram durante uma operação no Centro de Tratamento de Cartas e Encomendas (CTCE) dos Correios. Durante a ação, além das drogas, foram apreendidos celulares e perfumes em diversas encomendas chegando e saindo de Manaus. 



Com a atuação da Equipe de K9 da Receita Federal em Manaus e com a participação do agente canino “Odin”, o SEREP apreendeu 1,13 kg de skunk, que estava indo para Brasília-DF, 250 gramas de haxixe paquistanês vindo de Recife (PE), 20 gramas de óleo de maconha para uso em cigarros eletrônicos que veio de São Paulo (SP), quatro frascos de canabidiol proveniente de Bauru (SP), além de diversos frascos de perfumes e aparelhos de telefonia móvel.

Para tentar burlar a fiscalização, o haxixe estava camuflado como balas e barras de chocolate. O skunk estava escondido em livros, em um manual de anatomia e em um dicionário. As demais drogas e produtos estavam em embalagens para encomendas.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.