Publicidade
Manaus
SAÚDE

Alunos de escola municipal da zona Norte recebem atendimento odontológico gratuito

Uma equipe de seis profissionais da Turma do Bem fez uma triagem para saber a real necessidade das crianças. O diagnóstico será enviado para a escola juntamente com um encaminhamento, que dará ao estudante o direito de ser atendido por um dos 100 dentistas conveniados ao projeto em Manaus 29/04/2016 às 14:08
Show d1d05b56 a0e4 4673 add9 b9748baa0ecf
A ação, realizada na manhã desta sexta-feira (29) foi coordenada pelo projeto voluntário ‘Turma do Bem’
ACRITICA.COM Manaus (AM)

Para comemorar o dia do sorriso, mais de 500 alunos de 11 a 17 anos da Escola Municipal Ducinildes Dias, no Terra Nova, zona Norte de Manaus, foram contemplados com consulta odontológica gratuita. A ação, realizada na manhã desta sexta-feira (29) foi coordenada pelo projeto voluntário ‘Turma do Bem’, que desde 2002 promove ações de saúde bucal para alunos de escolas públicas no Brasil e outros 13 países.

Uma equipe de seis profissionais da Turma do Bem fez uma triagem para saber a real necessidade das crianças. O diagnóstico será enviado para a escola juntamente com um encaminhamento, que dará ao estudante o direito de ser atendido por um dos 100 dentistas conveniados ao projeto em Manaus.

De acordo com a coordenadora regional do programa, Adriana Manzoli, o paciente é atendido no consultório do profissional conveniado, quando é realizado o procedimento completo, desde a restauração do dente, passando por limpeza até a colocação de aparelho ortodôntico.

“A Turma do Bem visita escolas e atende crianças de 11 a 17 anos de baixa renda que tenham necessidades odontológicas. O atendimento é feito em toda a necessidade da criança. Se ela tiver necessidade de aparelho, será atendida. Se precisar de canal, também será feito. Tudo o que for necessário, desde que a criança esteja matriculada na rede pública e comprove que não tem condições financeiras”.

Ela alertou, ainda, que cuidar da saúde bucal ajuda, também, na qualidade dos estudos. “Imagina uma pessoa com dor dente. É possível se relacionar socialmente. Consegue estudar? Namorar? Não. Com dor de dente ninguém consegue fazer nada”, disse.

O estudante Ricardo Garcia, 14, do 7º, foi atendido e a triagem apontou que ele precisará fazer limpeza, canal, restauração e também colocar aparelho. Ele confessou que é omisso com o cuidado com os dentes, mas agradeceu pela oportunidade de receber o tratamento grátis.

“Eu achei legal por eles se importarem com a saúde bucal de outras pessoas. Eles fizerem um bem muito grande para gente. Eu sempre quis usar aparelho e agora vou ter que colocar, porque eu sempre achei meu dente torto, mas não tinha condições. Agora vou poder colocar de graça”, disse.

Ao contrário de Ricardo, a estudante Evellyn Maquiné foi elogiada pelo dentista que a atendeu por estar com a saúde bucal em dia. “Eu acho que essa ação vai ajudar as pessoas a terem uma higiene bucal boa, assim como a minha. É legal porque muitos não têm dinheiro para ir ao dentista. Então isso aqui é muito importante”, afirmou.

O projeto

O projeto voluntário a Turma do Bem nasceu em 2002 quando o dentista Fábio Bicancos sentiu o desejo de ajudar alunos de escolas públicas de São Paulo, oferecendo a eles tratamento gratuito. De lá para cá, o projeto ganhou grande proporção. Atualmente, há mais de 16 mil “Dentistas do Bem” no Brasil, que fazem o atendimento em seus consultórios.

Além do Brasil, o projeto foi expandido para mais 13 países, entre eles, Argentina, Peru e Portugal.

 

Publicidade
Publicidade