Publicidade
Manaus
ORGULHO

Alunos de escolas do AM conquistam 87 medalhas na Olimpíada de Matemática

Com 19 escolas estaduais, três tiveram representantes com desempenho máximo. Prova ocorreu em setembro deste ano 29/11/2017 às 16:54
Show rebeca
Foto: Divulgação
acritica.com Manaus (AM)

Cinco alunos de três escolas do Estado conquistaram medalhas de ouro na 13ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa), que tem como objetivo estimular o estudo da matemática e revelar talentos na área. Como forma de homenagear os jovens talentos, o secretário de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc), professor José Augusto, recebeu os alunos na sede da Secretaria, localizada na rua Waldomiro Lustoza, bairro Japiim 2, zona sul de Manaus.

Para tal conquista, os alunos amazonenses concorreram com aproximadamente 18 milhões de participantes de todo o território brasileiro. Com 19 escolas estaduais premiadas, três tiveram representantes com desempenho máximo, conquistando a dourada. O Centro Educacional de Tempo Integral Marcantônio Vilaça 2, na Cidade Nova, zona norte, obteve três medalhas de ouro. O Colégio Militar da Polícia Militar 5 (CMPM 5) Tenente Coronel Cândido José Mariano, teve um aluno que levou a medalha de ouro. Do mesmo modo, a Escola Estadual Brigadeiro João Camarão Telles Ribeiro também ficou com uma medalha de ouro.

A aluna Rebeca Aimée de Lima, 12, do 6º ano do Ensino Fundamental foi uma das medalhistas. “Eu me sinto honrada, essa foi uma grande experiência. Esse prêmio me faz sentir capaz, que sou inteligente”, disse Rebeca que estuda na Escola Estadual Brigadeiro João Camarão. Ela acrescentou que foi a primeira vez que participou da Obmep. Como objetivo para a sua carreira profissional, ela sonha cursar engenharia civil.

O Ceti Marcantônio Vilaça 2 realizou um trabalho intenso com seus alunos e o resultado foi a conquista de três medalhas de ouro na Obmep. “Temos incentivado desde 2015, mostrando o que é a Obmep, os benefícios que esta olimpíada oferece. Em 2016 ganhamos a primeira medalha de ouro com o aluno Lucas Rafael, e neste ano ele repetiu a conquista”, disse o professor de matemática, Weliton Moraes. 

“Na primeira vez que participei da prova não esperava muito resultado. Este ano de 2017 obtive uma melhora e me sinto muito feliz com a medalha de ouro”, disse o aluno Rafael Florêncio, outro medalhista de ouro do Ceti Marcantonio Vilaça 2, que é administrado pela Polícia Militar do Amazonas. 

A prova da Obmep, realizada em setembro deste ano, divulgou o resultado no dia 22 de novembro, onde a Seduc teve 19 escolas premiadas, sendo cinco medalhas de ouro, 13 alunos premiados com medalha de prata, 69 alunos com bronze e 383 menção honrosa.

Alunos medalhistas:

Gabriel Batista Dias - Centro Educacional de Tempo Integral Marcantônio Vilaça 2 (CMPM 2);

Rafael Pedro da Silva Florêncio - Centro Educacional de Tempo Integral Marcantônio Vilaça 2 (CMPM 2);

Lucas Rafael Braga Nascimento - Centro Educacional de Tempo Integral Marcantônio Vilaça 2 (CMPM 2);

Álvaro José Pedroso Pena - Escola Estadual Tenente Coronel Cândido José Mariano (CMPM 5);

Rebeca Aimée Lima de Lima - Escola Estadual Brigadeiro João Camarão Telles Ribeiro.

Publicidade
Publicidade