Publicidade
Manaus
Manaus

Alunos do SESI têm aula de empreendedorismo, em Manaus

O consultor do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), Adenilson  Santos foi o condutor da oficina para cerca de 250 alunos do Ensino Médio da Escola SESI Émina Barbosa Mustafa 06/11/2015 às 15:11
Show 1
As oficinas ocorreram entre os dias 3 e 5 deste mês
acritica.com* Manaus (AM)

O mercado exige pessoas empreendedoras e inovadoras. A declaração é do consultor do Instituto Euvaldo Lodi (IEL), Adenilson  Santos, para cerca de 250 alunos do Ensino Médio da Escola SESI Émina Barbosa Mustafa, em oficina sobre Empreendedorismo Juvenil realizada entre os dias 3 e 5 deste mês, nas salas de aula da escola.

De acordo com Silva, para ser um empreendedor, o jovem deve, como primeiro passo, procurar motivação para iniciar uma carreira profissional o quanto antes, antecipando a concorrência, ressaltando que, quanto mais capacitado, mais chance terá de alcançar o sucesso.  Segundo Silva, o empreendedor é um provedor de soluções que supera todos os obstáculos, como financeiros e econômicos.

Para o especialista, não adianta persistir em um negócio que não tenha conhecimento, mesmo que tenha capital para conseguir bons resultados. De acordo com especialista, como diferencial, o empreendedor deve ter talento, inovação, ferramentas, além de capital.  Ele disse ainda que durante as oficinas, além das palestras sobre empreendedorismo, os alunos interagiram entre eles e participaram de várias atividades práticas respondendo várias questões.

O professor de empreendedorismo da Escola, Sandro Oliveira, disse que a oficina é uma grande oportunidade para preparar os alunos para a inserção no mercado de trabalho, que exige pessoas empreendedoras, e  que a oficina soma com  ideias discutidas em sala de aula.

De acordo com Sandro, ser empreendedor é fazer diferente e conseguir sucesso e a Escola Émina Mustafa se preocupa com o aluno, com formação integral para ser um cidadão, preparando-o para a vida, oferecendo, além das disciplinas da grade curricular, temas transversais e ainda ensino profissionalizante, por meio do EBEP, para alunos do Ensino Médio, em parceria com o SENAI.

Tiago Bezerra (17), aluno do 3º ano do Ensino Médio, disse que a oficina proporcionou mais conhecimentos e o motivou a colocar em prática alguns projetos que desenvolveu nos últimos anos. De acordo com Tiago, é preciso ter ousadia e acreditar no que faz para ser um empreendedor de sucesso.

“Se quiser fazer a diferença tem que sair do comum e  a sociedade de hoje exige inovação”, disse. Tiago, que estuda há cinco anos na Escola Émina Mustafa, ressaltou que durante esse período, além de aprender as disciplinas, aprendeu a lidar com as pessoas, falar em público. Ele tem por objetivo cursar Engenharia de Telecomunicações e depois se especializar na área e trabalhar em Portugal.  

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade