Publicidade
Manaus
DESORDEM

Alunos ficam feridos durante tumulto na entrada do Colégio da Polícia Militar

A confusão ocorreu no Colégio Militar da Polícia Militar - Escola Estadual Marcantonio Vilaça II na tarde desta segunda (15) 15/02/2017 às 22:06 - Atualizado em 15/02/2017 às 22:14
Show jpzzz
Foto: Reprodução/Internet
Rafael Seixas Manaus (AM)

Mães de alunos do ensino fundamental do Colégio Militar da Polícia Militar - Escola Estadual Marcantonio Vilaça II, no bairro Cidade Nova, relataram que muitas crianças ficaram feridas durante um tumulto nesta segunda-feira (15) no colégio. A confusão ocorreu durante a entrada dos alunos do turno da tarde.

Por meio do grupo de WhatsApp formado por pais de alunos do sexto ano, uma mãe relatou que a sua filha se machucou durante a confusão. Eram muitos estudantes querendo subir ao segundo andar e outros querendo descer para sair do colégio.

“Hoje aconteceu um absurdo na escola. A minha filha do sexto ano disse que quando estava subindo [no segundo andar] um monte de alunos desmaiou. Ela foi pisoteada e umas pessoas caíram em sua perna. Uma menina do sétimo ano que a levou para a enfermaria. A escola deveria organizar a entrada e a saída dos alunos”, disse.


Uma das conversas do grupo de pais. Foto: Reprodução/Internet

Em outro áudio, uma mãe disse a filha e outras crianças informaram que um garoto do Ensino Médio estava dando cotoveladas nas crianças menores. “Isso é culpa da escola! Crianças de dez anos, com estatura pequena, se misturando com esses cavalões. A pessoa que gravou o vídeo ainda chama palavrão”, contou.

Pais que preferiram não se identificar por medo de represália e por terem parentes policiais informaram à reportagem que a confusão ocorreu porque o horário da saída das turmas da manhã coincide com a entrada dos alunos da tarde, sendo ao meio-dia.

Pais disseram que na tarde desta terça-feira (16) irão até a instituição pedir providências. A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Polícia Militar para comentar o caso, mas até o fechamento desta edição não obteve sucesso.  

Publicidade
Publicidade