Publicidade
Manaus
MEIO AMBIENTE

Alunos participam de passeata ecológica pelas ruas do bairro Novo Aleixo em Manaus

Mais de 300 alunos do Centro Educacional Excelente realizaram a atividades pelas ruas do bairro Novo Aleixo. A atividade é em alusão à Semana do Meio Ambiente 06/06/2017 às 10:39
Show passeata 2
Ao longo da caminhada, os alunos, do primeiro ao nono ano, recitaram poesias sobre a importância da preservação do meio ambiente (Foto: Euzivaldo Queiroz)
Álik Menezes Manaus (AM)

Em alusão à Semana do Meio Ambiente, mais de 300 alunos do Centro Educacional Excelente, localizado na Rua Bijogó, no bairro Novo Aleixo, Zona Norte, participaram na manhã desta terça-feira (6) da primeira passeata ecológica pelas ruas do bairro.

Ao longo da caminhada, os alunos, do primeiro ao nono ano, recitaram poesias sobre a importância da preservação do meio ambiente. "Nós moramos na Amazônia, uma região que sofre com o desmatamento e com a poluição criminosa dos igarapés e dos rios. Nesta passeata nosso objetivo é mostrar para a comunidade a importância de preservar e convidá-los para participarem",disse o estudante do 8° ano Luiz Felipe Silva Santos, 13.

O diretor da escola, Matias Azevedo Rodrigues, contou que os alunos participaram de palestras ao longo de 30 dias antes da passeata para entenderem mais sobre questões relacionados ao meio ambiente e se engajarem ainda mais. "São assuntos importantes e fazem a diferença na vida de toda a sociedade",disse.

Rodrigues também destacou a importância de alertar a comunidade sobre preservação dos córregos e igarapés que passam pelo bairro e estão poluidos há anos. "É comum as pessoas jogarem lixo lá dentro, está errado e é a partir da educação em sala de aula que as práticas podem mudar dentro dos lares. Dessa forma, poderemos construir um novo futuro", ressaltou.

E é nas próximas gerações que o estudante do 8° ano Gabriel Silva, 12, está pensando. Segundo ele, se as pessoas não aprenderem hoje a importância de cuidar do meio ambiente estarão condenadas a viver na imundice e sem recursos naturais. "Queremos viver no lixo, sem recursos, sem meio ambiente que merecemos? Tudo depende de nós hoje", completou o garoto. 

Publicidade
Publicidade