Publicidade
Manaus
Manaus

AM receberá novo grupo do 'Mais Médicos' no final de outubro

Os profissionais passarão pelo treinamento padrão do programa, ministrado pelo Ministério da Saúde e do curso técnico em Manaus, para atualizar os conhecimentos, especialmente no que se refere às doenças típicas da região amazônica 16/10/2013 às 17:54
Show 1
Primeira leva de médicos estrangeiros tiveram treinamento com foco nas doenças típicas da região
acritica.com Manaus (AM)

Entre os dias 26 e 27 de outubro, desembarca em Manaus um novo grupo de profissionais brasileiros e estrangeiros que está sendo enviado pelo Ministério da Saúde (MS) para atuar no Amazonas, através do programa 'Mais Médicos'. Os profissionais passarão pela capacitação de nivelamento, coordenada pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam).

O treinamento, de acordo com o secretário estadual de saúde, Wilson Alecrim, visa atualizar os conhecimentos, especialmente no que se refere aos aspectos epidemiológicos das doenças infectoparasitárias e tropicais, típicas da região amazônica.

Nesta quarta-feira (16), técnicos do MS participaram de reunião para detalhar o trabalho a ser realizado, com equipes das secretarias estadual (Susam) e municipais de saúde, com a coordenação estadual do Programa Mais Médicos e Conselho de Secretários Municipais de Saúde. O encontro foi no auditório do Núcleo do Ministério da Saúde, na Avenida Djalma Batista.  

O secretário Wilson Alecrim informa que o treinamento promovido pelo Governo do Amazonas acontecerá entre os dias 28 de outubro a 1º de novembro. O Ministério da Saúde, segundo ele, divulgará nos próximos dias o número de profissionais que chegarão ao Amazonas e seus respectivos municípios de atuação.

De acordo com a assessora do Ministério da Saúde e coordenadora do Mais Médicos na Região Norte, Liu Leal, o treinamento oferecido aos médicos seguirá a mesma metodologia adotada na primeira fase do programa. “Nosso objetivo é dar continuidade ao programa emergencial do Ministério e minimizar qualquer problema e falha que aconteceu na primeira etapa”, enfatizou.

Os profissionais passarão pelo treinamento padrão do programa, ministrado pelo Ministério da Saúde, e do curso técnico em Manaus. O treinamento, assim como na primeira fase, será coordenado pela Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), com excelência em diagnóstico e tratamento de doenças infectoparasitárias e tropicais, e pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), ambos órgãos do Governo do Estado.

Será também realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Também contribuirão no treinamento os especialistas da Fundação Alfredo da Matta (Fuam), que é referência no diagnóstico e tratamento de doenças dermatológicas e venerologia.

Na primeira fase do programa, o Amazonas recebeu 74 médicos, sendo cinco para Manaus e 69 para o interior do Estado e os Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs). Todos os profissionais do Mais Médicos atuarão na Atenção Básica, em unidades de saúde das Prefeituras e nos DSEIs.

Certificado para atuação

O Governo Federal informou, ainda, que espera a aprovação no Senado da Medida Provisória que habilita o Ministério da Saúde a emitir o certificado permissivo para que médicos estrangeiros atuem no País. “Assim, vamos dar mais agilidade ao processo burocrático, sem sobrecarregar os Conselhos Regionais de Medicina”, disse Liu.

Outra medida é que, em três anos, os médicos inclusos no programa passarão por uma reavaliação para saber se continuam habilitados para desenvolver suas atividades no País. “Estamos discutindo como será aplicada essa avaliação, mas o certo é que estes profissionais precisam permanecer aptos no exercício de suas profissões e trabalhando exclusivamente no Mais Médicos”, acrescentou.

Publicidade
Publicidade