Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
REFORÇO

AM vai receber R$ 1 mi em equipamentos de segurança usados na Olimpíada 2016

Entre os equipamentos doados pela Força Nacional estão veículos tipo pick-up, fuzis, armas de fogo de diversos calibres e milhares de munições



forca-nacional_93C44697-29DE-4103-83F6-9F3CFF662A6C.jpeg Foto: Reprodução/Internet
03/07/2019 às 21:20

O secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonates, garantiu ao Amazonas, nessa quarta-feira (3), o recebimento de R$ 1,172 milhão em equipamentos para as forças policiais. Entre armamentos, veículos, munições e outros aparelhos, o Estado vai receber do governo federal aparato bélico do chamado extra-legado Olímpico, doado pela Força Nacional.

A doação foi formalizada aos estados e municípios brasileiros em evento realizado hoje na Praça dos Três Poderes, em Brasília (DF), com a presença do vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, e do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro.

Entre os equipamentos que o Amazonas vai receber, estão veículos tipo pick-up, fuzis, armas de fogo de diversos calibres e milhares de munições, além de outros produtos de uso das forças de segurança, como bastões, botas e capacetes.

Conforme o Ministério da Justiça, 42 mil itens serão repassados aos estados brasileiros, avaliado em R$ 43 milhões. Esse material estava em depósitos da Força Nacional desde as Olimpíadas de 2016.

O governo federal ainda vai agendar a entrega das doações. Segundo Bonates, a incorporação dos equipamentos vai aumentar a capacidade operacional das polícias nas ruas. À tarde, representando a região Norte, o secretário de Segurança do Amazonas debateu com o ministro da Justiça a necessidade de mais investimentos para proteção das fronteiras.

Receba Novidades

* campo obrigatório
News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.