Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
WhatsApp_Image_2019-03-19_at_17.26.38_9C04F7BF-8C5C-4A05-9287-6FE1DA35BBAB.jpeg
publicidade
publicidade

SURTO

Amazonas concentra 57% dos casos de H1N1 no Brasil, aponta Ministério da Saúde

Campanha de vacinação em Manaus começa nesta quarta-feira (20). Estado terá 1.535 salas de imunização nos 62 municípios


19/03/2019 às 18:29

Mais da metade dos casos de H1N1 do Brasil estão concentrados no Amazonas, segundo informou  o secretário nacional de Vigilância em Saúde, Wanderson Kleber de Oliveira, do Ministério da Saúde, durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira (19), na Sede do Governo do Estado, Zona Oeste de Manaus.

"Em relação ao Brasil, o Amazonas concentra 57% dos casos. É uma situação atípica, por isso antecipamos a campanha. Geralmente ela começa no Sul e Sudeste, por conta do inverno nesse período", relatou Wanderson.

Durante o evento as autoridades de Saúde presentes reforçaram as orientações em relação aos cuidados para evitar a proliferação do vírus.

No local, o governador do estado, Wilson Lima, afirmou que até sexta-feira (22) todos os municípios amazonenses estarão com as vacinas em suas unidades de saúde e falou sobre a mudança fixa da campanha contra a gripe no estado.

"Para o ano que vem já estudamos isso. É algo que estamos vendo com o Governo Federal por conta do período sazonal que a gente no Amazonas", disse Wilson. Tradicionalmente a vacinação contra a Influenza no País começa em abril.

O  secretário nacional de Vigilância em Saúde veio a Manaus para participar da abertura oficial da Campanha de Vacinação contra a Influenza (Gripe), que acontece nesta quarta-feira (20), no Parque Municipal do Idoso, bairro Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul. 

No total, serão 1.535 salas de imunização nos 62 municípios do estado. Em Manaus, das 153 salas, 30 funcionarão com horário diferenciado em todas as zonas da cidade.

Em relação aos casos, até ontem (18), de acordo com a última edição do Boletim Epidemiológico da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), no Estado do Amazonas eram  27 óbitos por H1N1  e seis confirmados por Vírus Sincicial Respiratório.

Além das mortes foram notificados 666 casos, sendo  107 positivos para o Vírus da Influenza A (H1N1) e 96 para Vírus Sincicial Respiratório (SRV).

publicidade
publicidade
Professora da rede pública do AM é selecionada para intercâmbio no Canadá
Contratos de patrocínio da Petrobras passam por revisão, diz Bolsonaro
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.