Publicidade
Manaus
Cotidiano, Saúde Infantil, Semsa, UBS, Amamentação, Leite Materno, Rede Amamenta Brasil, Ministério da Saúde, Semsa

Amazonas pode contar com mais 18 unidades de saúde, na Rede Amamenta Brasil

Solicitação foi feita pela Prefeitura de Manaus, ao Ministério da Saúde para que 18 UBSs da capital passem a integrar o programa federal de aleitamento materno, por cumprirem as exigências necessárias  07/03/2013 às 14:12
Show 1
O objetivo principal do município é contribuir para aumentar os índices de aleitamento materno
acritica.com Manaus

Dezoito Unidades Básicas de Saúde (UBSs) tiveram o seu credenciamento solicitado ao Ministério da Saúde, pela Prefeitura de Manaus para integrarem a Rede Amamenta Brasil. A solicitação foi feita por meio de ofício da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), garantindo que os 18 estabelecimentos de saúde já cumprem todos os critérios exigidos para inclusão.

O objetivo principal do município é contribuir para aumentar os índices de aleitamento materno.

Conforme o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, a Rede Amamenta Brasil é uma estratégia de promoção, proteção e apoio à prática do aleitamento materno na Atenção Primária, atuando na revisão e supervisão do processo de trabalho realizado nas UBSs, apoiada nos princípios da educação permanente e respeitando às características regionais.

Para integrar a Rede Amamenta Brasil, uma Unidade de Saúde precisa obedecer a critérios como a garantia da participação de, no mínimo, 80% da equipe de profissionais em Oficina de Trabalho em  Aleitamento Materno; monitorar os indicadores de aleitamento materno da sua área de abrangência; concretizar pelo menos uma ação pactuada ao final da oficina; e construir e instituir fluxograma de atendimento à mãe e ao bebê durante o período de amamentação.

Evandro Melo explicou que o credenciamento das 18 Unidades Básicas de Saúde passou a ser possível com as alterações que a Prefeitura de Manaus realizou no Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho” e que incluiu a retirada das fórmulas infantis e leite integral das 18 UBSs, com deslocamento para novos pontos de entrega do produto para a população.

“Ao invés de fazer a entrega nas Unidades de Saúde, a Prefeitura montará postos de distribuição em locais próximos a prédios municipais de saúde e de ação social”, contou.

As UBSs que estão aguardando credenciamento estão divididas entre as quatro zonas distritais de saúde de Manaus: UBS Ajuricaba, UBS Bairro da Paz, UBS Deodato de Miranda Leão, UBS Maria Ida Mentoni, UBS Luiz Montenegro, UBS Mansour Bulbol e UBS Redenção (zona Oeste); UBS Lourenço Borghi, UBS Theodomiro Garrido, UBS São Francisco e UBS Lúcio Flávio Dias (zona Sul); UBS Armando Mendes, UBS Áugias Gadelha e Policlínica Anna Barreto (zona Norte); UBS Lago do Aleixo, UBS Geraldo Magela, UBS José Amazonas Palhano e UBS Maria Leonor Brilhante (zona Leste).

A previsão é que o credenciamento das 18 UBSs seja oficializado no dia 10 de abril.

Outras 36 Unidades de Saúde já estão sendo monitoradas e acompanhadas em suas ações de apoio ao aleitamento materno e a Semsa pretende solicitar o credenciamento ainda no segundo semestre desse ano para Rede Amamenta Brasil.

Publicidade
Publicidade