Publicidade
Manaus
CENTRO

Amigos de jovem morto a tiros no São Jorge fazem caminhada pela paz no Largo

A “Caminhada pela Paz” acontece nesta sexta-feira (5), às 18h, após quatro dias de sua morte 04/10/2018 às 16:16
Show caminhada de0d79d5 afb6 44a0 852c 1b9bf1a10b7a
Antônio Henrich Câncio Araújo e seus familiares estavam dentro do carro no momento do atentado. Foto: Divulgação
Priscila Rosas Manaus (AM)

Amigos, familiares e colegas de trabalho de Antônio Henrich Câncio Araújo, de 27 anos, fazem uma “Caminhada pela Paz”, nesta sexta-feira (5), às 18h, no Largo de São Sebastião, no Centro de Manaus. Antônio faleceu na madrugada de segunda-feira (1°), horas depois de sofrer um atentado e ser baleado na rua São José, no bairro São Jorge, Zona Oeste de Manaus.

Segundo Geraldo Rangel, 47, um dos organizadores do ato, a caminhada não é apenas uma homenagem à vítima. “É em prol da paz e contra a violência. Não podemos andar mais em nenhum lugar. Se estamos com o vidro aberto, podemos ser roubados; se estamos com ele fechado, podemos ser confundidos”, diz.

Ainda de acordo com ele, era desejo de Henrich fazer uma caminhada com esse intuito de pedir paz na cidade. “Não podemos aceitar essa falta de liberdade de ir e vir. Queremos a valorização da vida. O Antônio está sendo uma motivação para isso”, explica.

A “Caminhada pela Paz” é organizada por familiares e amigos de Henrich e pela Comunidade Católica Despertai, da qual ele fazia parte; pela direção da Escola Municipal Paula Frassinete, na Glória, onde trabalhava como secretário, grupo Elohim de São Raimundo  e grupo Juventude Unida em Cristo (JUC), ambos do bairro Glória.

A concentração será a partir das 17h no Largo São Sebastião, no Centro, e a Caminhada começará às 18h. Eles passarão pela Igreja de Aparecida, São Raimundo, Nossa Senhora da Glória, encerrando na Escola Municipal Paula Frassinetti. “Isso independe da religião. Estamos envolvendo igreja, alunos, familiares... todos em prol da paz”, fala.

Publicidade
Publicidade