Segunda-feira, 01 de Março de 2021
AÇÃO

Analistas da Receita promovem mutirão para regularizar CPFs em Manaus

Objetivo da ação, que teve adesão de cerca de 20 profissionais, é garantir o pagamento da renda mínima a profissionais informais



lancamento_do_aplicativo_caixa_auxilio_emergencial_0407201851_C885935A-FEF7-4A80-8DBD-712889B49324.jpg Foto: Arquivo/Agência Brasil
13/04/2020 às 17:09

Em tempos de pandemia, iniciativas simples podem ajudar a amenizar a situação de muitas pessoas. Aproveitando a folga do feriado da Sexta-feira da Paixão, cerca de 20 analistas-tributaristas do Amazonas decidiram participar, de forma voluntária, de um mutirão para tratar das pendências nos Cadastros de Pessoas Físicas (CPF) de quem encontrou dificuldades ao tentar obter o auxílio emergencial de R$ 600 do Governo Federal.

O mutirão foi organizado pelo Sindicato Nacional dos Analistas-Tributários da Receita Federal do Brasil (Sindireceita). Além do Amazonas, outros estados também participaram do mutirão.



Muitos dos analistas estavam em home office, mas aderiram ao movimento para garantir o pagamento da renda mínima para milhões de brasileiros.

Os resultados ainda não foram contabilizados. Os documentos regularizados são de pessoas que solicitaram os serviços por meio da internet.

Hoje (13), o movimento de pessoas a procura de regularização no CPF estava muito menor do que na última quinta-feira (9), quando filas quilométricas se formaram do lado de fora da Delegacia Regional da Receita Federal.

Repórter de A Crítica

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.