Publicidade
Manaus
PERIGO

Abandonado, prédio da antiga sede da Câmara Municipal vive luta contra invasões

Somente nos três primeiros meses de 2018, seis operações de fechamento foram realizadas. Prédio se tornou foco de invasões por usuários de drogas, pessoas em situação de rua e criminosos 15/03/2018 às 07:07
Show sem t tulo
Prefeitura, mais uma vez, faz bloqueio em entradas para antiga sede (Foto: Raine Luiz)
Isabella Pina Manaus (AM)

Na última semana, quatro suspeitos de furto foram detidos enquanto tentavam se esconder no antigo prédio da Câmara Municipal de Manaus (CMM). Isso é apenas um reflexo da luta que o prédio, hoje abandonado, sofre com invasões.

O local é ponto de encontro escolhido por assaltantes, usuário de drogas e pessoas em situação de rua, e as portas e janelas já foram seladas dezenas de vezes. Somente nos três primeiros meses de 2018, seis procedimentos de fechamento foram realizados pela prefeitura via Comissão Especial do PAC Cidades Históricas.

Na manhã de ontem, por exemplo, a entrada principal do prédio ganhou novo muro de tijolos e concreto. Antes, foi feita uma limpeza geral no interior da antiga sede. Concretaram, mais uma vez, mas sem muita esperança. 

Um funcionário público que acompanhava a “obra” comentou que, só neste ano, mesmo repetindo o processo diversas vezes, em pouquíssimo tempo as janelas e barreiras são quebradas. A antiga sede da Câmara Municipal fechou em 2006, quando o órgão se mudou para o Bairro Santo Antônio. Está nos planos da Prefeitura de Manaus o início de obras de restauração no prédio ainda neste ano. 

Um trabalhador da Rua Sete de Setembro, no Centro da capital, onde fica a antiga sede, pediu para não ser identificado. Ansioso e preocupado com retaliações, trocou algumas palavras sobre a situação do prédio e a violência que invade as proximidades.

“Já cansaram de fazer obra, tampar os buracos, não adianta. Isso aqui virou zona vermelha. Traficante, usuários, gente ruim mesmo, todo mundo mora aí. A rua quase não tem mais “gente normal”, só gente do mal mesmo”.

Auxílio e conscientização 

Segundo a prefeitura, paralelo às ações de proteção do prédio, a Coordenação do PAC também já acionou as equipes de abordagem da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh) para promover a orientação e condução aos canais de atendimento da secretaria para moradores em situação de rua, bem como acionou a Secretaria Municipal de Limpeza Urbana (Semulsp), três vezes este ano, para realizar a limpeza do prédio, em função dos dejetos que são deixados no local.

Operação da SSP-AM

Após suspeitas de furtos na região da cidade, quatro homens foram detidos há exatamente uma semana. Isso fruto de ação deflagrada pela Secretaria de Segurança Pública do Amazonas. A intenção é estender a operação por outros prédios antigos da cidade.

Em ordem cronológica, confira a "movimentação" no prédio, na luta contra invasores:

12/01/2018: Fechamento com chapa metálica e madeira na porta de entrada, feito pela Seminf. Outros vãos de portas, foram fechados com alvenaria no final do ano de 2017.
15/01/2018: Arrombamento de porta de entrada.
05/02/2018: Fechamento da porta com chapa metálica e madeira, feito pela Seminf.
05/02/2018: Arrombamento de porta de entrada e janela.
06/02/2018: Fechamento de porta com chapa metálica e madeira reforçada feito pela Seminf.
09/02/2018: Fechamento de porta com alvenaria.  
11/02/2018: Arrombamento de porta.
20/02/2018: Fechamento de porta com alvenaria.
22/02/2018: Arrombamento de porta.
14/03/2018: Fechamento com alvenaria feito pela Seminf.

Publicidade
Publicidade