Publicidade
Manaus
GOVERNO DO AM

Anúncio de Amazonino Mendes esquenta pré-campanha para governo

Ex-governador recebe aval do PDT para montar chapa majoritária e afirma que está forte e cheio de vontade de concorrer à eleição 29/05/2017 às 05:00
Show sdhfksjdsdfksdf
(Foto: Antonio Lima)
Janaína Andrade Manaus (AM)

A 19 dias da data limite das convenções partidárias destinadas à definição sobre coligações e  escolha dos nomes que devem concorrer, os pré-candidatos se apressam para articular composições, arrebanhar apoiadores e militantes e até mesmo definir quem deve ocupar a vaga de candidato a vice na campanha.

Na sexta-feira, o clima da pré-campanha que andava morno esquentou com o anúncio de Amazonino de que está forte e saudável para uma eventual campanha, se essa for  “a vontade do povo”. Três vezes governador, duas vezes prefeito de Manaus e ex-senador, Amazonino possui capilaridade eleitoral em todo o Estado para disputar a eleição suplementar.

“Sempre disse que não era mais candidato a nada, mas sempre disse que sou um cidadão. Nasci político e vou morrer político. Se eu sentir que essa convocação é importante para meu povo, esse povo que me deu três mandatos de governador, não posso me furtar. Essa questão deve ser considerada, discutida na área própria e com o próprio povo, porque ele é responsável por nossos destinos”, disse Amazonino na noite de sexta-feira durante a entrega do Diploma do Mérito Industrial 2017, no Clube do Trabalhador do Amazonas (Sesi), na Zona Leste de Manaus.

O evento ocorreu poucas horas depois do partido dele, o PDT, ter lhe dado plenos poderes para definir alianças e até a formação de eventual chapa majoritária para a eleição tampão. “Não estou atrás de honraria nem bens materiais, mas da gratificação de ajudar meu estado e ajudar meu povo. Estou forte, saudável, firme e cheio de vontade”, afirmou o ex-governador na sexta-feira.

Além de Amazonino, outros cinco nomes se apresentam para concorrer a vaga de governador tampão, na eleição marcada para o dia  6 de agosto: Eduardo Braga (PMDB), Marcelo Ramos (PR), José Ricardo (PT) e Wilker Barreto (PHS), e Marcelo Serafim (PSB).

No sábado o vereador, Wilker Barreto (PHS), presidente da Câmara Municipal de Manaus (CMM), anunciou sua pré-candidatura na eleição suplementar para governador. O político afirmou que o PHS não recua em ser cabeça de chapa e questionado se aceita firmar alianças com antigos caciques da política amazonense como Eduardo Braga e Amazonino, Wilker disse: “É difícil eles abrirem as cabeças, então o PHS não abre mão”, disse.

O parlamentar que está em seu terceiro mandato como vereador, declarou que irá buscar uma mulher para ser sua vice na disputa. “Uma das possibilidades é a Eliane Ferreira, presidente estadual do PV ou até mesmo a vereadora Jaqueline, que é do PHS”, falou.

Wilker visitou ainda seis municípios durante o final de semana. São eles: Tabatinga, Benjamin Constant, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Iça e Atalaia do Norte. O vereador disse que não pretende se licenciar do cargo e conciliará a agenda de presidente da CMM com a de candidato ao governo.

Personagem: Pré-candidato ao Governo do Estado, Marcelo Ramos

‘Vou priorizar as reuniões’

Segundo candidato mais votado na eleição de 2016 para a Prefeitura de Manaus, o ex-deputado Marcelo Ramos (PR) segue visitando o interior do Estado, onde se reúne com lideranças de seu partido. No sábado foi a vez do Município de Itacoatiara, a 170 quilômetros de Manaus. O domingo foi dedicado a família, que segundo Ramos, ele não abre mão.

“Essa semana inteira vou passar fora, segunda vou para Novo Airão e Iranduba, quarta vou a Tefé e Coari, na quinta vou para Tabatinga e Benjamin Constant, na sexta-feira tenho uma palestra numa faculdade e no mesmo dia viajo para São Paulo  porque tenho aula. A minha prioridade desde o início desse processo é buscar a aliança que vale, que é com as pessoas que estão ávidas  para encontrar algo diferente. Vou seguir priorizando as reuniões na capital e nos dez maiores municípios”, contou Marcelo.

Nos bastidores, a informação é de o senador Eduardo Braga busca realizar um casamento político com o PR, colocando o presidente nacional da sigla, o deputado federal Alfredo Nascimento como seu vice na disputa pelo governo, inviabilizando assim a candidatura de Marcelo Ramos.

Braga se reúne com 19 prefeitos

Na lista de pré-candidatos ao Governo, o senador Eduardo Braga (PMDB) esteve reunido no sábado pela manhã com taxistas. O encontro foi publicado nas redes sociais do político, onde escreveu: “Iniciando o dia batendo papo com nossos amigos taxistas”. Em outra publicação, ainda sobre a reunião, Braga aparece em fotos abraçados com membros da categoria. “Temos uma história de luta desde quando eu era prefeito. E a nossa luta só está começando, em busca de segurança e de novos projetos que melhore a economia”.

A categoria com que Braga esteve reunido trava uma batalha contra o serviço do Uber - um aplicativo de transporte individual de passageiros que oferece viagens mais baratas, se instale em Manaus. Taxistas buscam aliados para pressionar o Executivo municipal, chefiado por Artur Neto (PSDB), quanto a ilegalidade do serviço oferecido pelo Uber.

De acordo com a assessoria de comunicação do senador, ele se reuniu, em Brasília, durante a semana  com 19 prefeitos de municípios do Amazonas, que lhe ofereceram apoio na eleição. O evento foi organizado pelo prefeito de Manaquiri, Jair Souto (PMDB), e  contou a presença dos prefeitos de Japurá, Tefé, Fonte Boa, Itacoatiara, Humaitá, Iranduba, Anamã, Rio Preto da Eva, Lábrea, Itapiranga, Caapiranga, Canutama, Silves, Tapauá, Novo Aripuanã, Urucurituba, Santa Isabel do Rio Negro e Juruá.

Em delação divulgada pelo STF, o diretor de relações institucionais da J&F, Ricardo Saud, revelou que o senador foi um dos políticos do PMDB que teria recebido propina de R$ 6 milhões em 2014, o parlamentar negou.

José Ricardo esteve em Itacoatiara

Primeiro político a ser anunciado como pré-candidato, o deputado estadual José Ricardo (PT) visitou neste final de semana o Município de Itacoatiara (a 170 quilômetros de Manaus), onde participou da cerimônia de posse da nova presidenta do PT Municipal, Eliane Silva.

“Na tarde de sábado estivemos conversando com a sócia fundadora da Associação Dom Jorge Marskell, Silvia Aranha, para ouvir ideias para o nosso plano de governo. A associação cuida de meninos e meninas do município de Itacoatiara que se encontram em situação de risco pessoal e social, promovendo atividades culturais, como música, dança, teatro e incentivo à leitura.

Ainda em Itacoatiara, José Ricardo se reuniu com  agentes de endemias e também com os agentes comunitários de saúde, para tratar das “condições de trabalho desses profissionais e as condições de atendimento daqueles que são assistidos por eles”.

O PT se articula para montar comitês eleitorais no interior do Estado para dar apoio à campanha de José Ricardo. A sigla é a maior do Estado em número de filiados. Possui 30 mil militantes, além de historicamente ter ao seu lado os principais movimentos sociais da capital.

 

Publicidade
Publicidade