Publicidade
Manaus
PARALISAÇÃO

Apenas 70% de coletivos da União Cascavel funcionam nesta sexta-feira

Os ônibus coletivos da empresa União Cascavel funcionaram desde o início da manhã desta sexta-feira (28), com apenas 70% da frota, o que representa 108 carros 28/04/2017 às 09:50 - Atualizado em 28/04/2017 às 09:53
Dani Brito Manaus (AM)

Os ônibus coletivos da empresa União Cascavel funcionaram desde o início da manhã desta sexta-feira (28), com apenas 70% da frota, o que representa 108 carros. A paralisação dos ônibus de Manaus em adesão ao dia de greve geral, ato nacional contra as reformas da Previdência e Trabalhista, afetou diretamente os usuários do transporte coletivo da cidade. 

A partir das 8h alguns ônibus da empresa que já estavam rodando começaram a retornar para a garagem.

Conforme o secretário geral do Sindicado dos Rodoviários, Elson Campos, a empresa está cumprindo determinação judicial, na qual indica que em horários de pico a frota devem funcionar com 70% e em horários normais, com 50%.

Transporte paralisado

A paralisação dos ônibus de Manaus em adesão ao dia de greve geral, ato nacional contra as reformas da Previdência e Trabalhista, afetou diretamente os usuários do transporte coletivo da cidade nesta sexta-feira.

No Centro da cidade, uma fila de ônibus se formou na rua Leonardo Malcher durante a paralisação. O Tribunal Regional do Trabalho 11ª Região (TRT) determinou ontem que pelo menos 70% da frota circulasse nos horários de pico.

Na Bola da Suframa, outro protesto de sindicalistas causou lentidão no trânsito. Uma parte da via chegou a ser interditada por manifestantes, que estão no local com carros de som e faixas. Motoristas que fazem o transporte de trabalhadores para o Distrito e motoristas do transporte coletivo pararam os veículos e apenas uma faixa foi liberada para a passagem de veículos.

Publicidade
Publicidade