Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019
SAÚDE PÚBLICA

Apesar de vermelha e branca, Grande Família faz ala dedicada ao Caprichoso

A ala é acompanhada, no entanto, como no Festival de Parintins, pelo Boi Garantido



caprichoso_9ECB8756-808E-48D2-81BD-64DC06AEA1ED.JPG Foto: Vitor Gavirati
03/03/2019 às 05:21

No meio do mar vermelho formado na avenida pelo desfile d'A Grande Família esta noite, um retângulo azul: uma ala que representa o boi-bumbá Caprichoso. Com estrelas na fantasia, a ala, no entanto, é acompanhada, como no Festival de Parintins, pelo Boi Garantido, nas cores da escola da Zona Leste, na parte seguinte do desfile. O penúltimo dos quatro carros da escola, inclusive, é dividido ao meio pelos bois Caprichoso e Garantido.

"Eu Só Quero é Ser Feliz" é o enredo que conta a trajetória do empresário amazonense Murilo Rayol. Para a Vermelha e Branca da Zona Leste, a trajetória de Rayol mostra que é preciso trabalhar duro para se alcançar a felicidade.

No samba-enredo, entre outras facetas de Murilo é retratada a paixão pelo Boi-Bumbá. As alas de Caprichoso e Garantido são acompanhadas também por passistas vestidas com trajes de cunhã-poranga, item do Festival de Parintins.

Grande homenageado no Carnaval deste ano d'A Grande Família, o empresário Murilo Rayol veio para a Avenida contracenando com a comissão de frente da Vermelha e Branca durante o desfile.

A comissão, com artistas vestidos de magos e soldados, em três momentos, representa a infância, juventude e o momento atual de Rayol, interpretado pelo próprio empresário, que também é figura eminente no Carnaval Carioca.

Durante as transições, um menino de 10 anos que, segundo a Direção de Harmonia da Gigante da Zona Leste, treinou bastante para a apresentação encena Rayol enquanto criança.

Sem soltar o grito de campeã desde 2014, A Grande Família traz 3.800 componentes para o desfile. Os brincantes estão distribuídos em 25 alas e a escola traz quatro carros alegóricos para a Avenida.

Penúltima a desfilar, a escola da Zona Leste também traz, à convite de Rayol, o sambista amazonense Chico da Silva, figura icônica do Festival de Parintins, como um dos destaques de carro alegórico.

Ficha técnica

Escola: A Grande Família     

Enredo: “Eu só quero é ser feliz”

Fundação: 19 de março de 1986

Componente: 3.800

Entrada na avenida: 04h33

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.