Terça-feira, 19 de Novembro de 2019
DOENÇA CONTROLADA

Após 123 dias sem registrar casos de sarampo, Prefeitura declara fim do surto

Apesar disso, a prevenção deve continuar com a vacinação para crianças a partir de seis meses de idade. Manaus registrou o maior surto da doença dos últimos 20 anos



show_39944920864_6a9c146a94_z_AC6E0FB8-8DBB-4C15-BABA-021C497E4790.jpg Foto: Divulgação
03/06/2019 às 16:06

Após 123 dias do último caso de sarampo registrado em Manaus, o surto da doença foi oficialmente finalizado. Foi o que anunciou a Prefeitura de Manaus, nesta segunda-feira (3). Considerada altamente contagiosa, a doença assolou a capital amazonense em 2018, fazendo com que a cidade registrasse o maior surto de sarampo no continente americano.

O último caso foi no dia 31 de janeiro deste ano, portanto, Manaus cumpre o prazo de 90 dias sem casos confirmados da doença, estipulado pela Organização Panamericana de Saúde (OPAS). O surto na cidade foi considerado pelo Ministério da Saúde como o maior dos últimos 20 anos.



Apesar do fim do surto, conforme a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), é necessário que a vacinação efetiva de quem reside no município continue, com a prevenção em crianças a partir de seis meses de idade até adultos de 49 anos, com a vacina Tríplice Viral.

Ao justificar as causas do surto, o prefeito Arthur Neto culpou a passagem de alguns imigrantes por Manaus. “Deve-se a onda migratória, alguns imigrantes que passaram por Manaus e trouxeram a doença. Mas trabalhamos com afinco para novamente erradicar a doença que é uma coisa do século passado”, disse.

O monitoramento contínuo de casos suspeitos nas unidades de saúde, que são porta de entrada, e a sensibilização de profissionais e população para manutenção da cobertura vacinal serão mantidos pela prefeitura para prevenir o risco de uma nova onda de casos.

A doença

Conforme o Ministério da Saúde, O sarampo é uma doença infecciosa aguda, de natureza viral, grave, transmitida pela fala, tosse e espirro, e extremamente contagiosa, mas que pode ser prevenida pela vacina.

Pode ser contraída por pessoas de qualquer idade. As complicações infecciosas contribuem para a gravidade da doença, particularmente em crianças desnutridas e menores de um ano de idade.

O sarampo caracteriza-se principalmente por febre alta, acima de 38,5°C, exantema maculopapular generalizado, tosse, coriza, conjuntivite e manchas de Koplik (pequenos pontos brancos que aparecem na mucosa bucal).

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.