Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019
Manaus

Após 46 dias de calor, Manaus é atingida por chuva e temperatura não deve ultrapassar 29° C

De acordo com Sipam, não chovia significativamente na cidade desde o dia 16 de agosto. A previsão para o dia é céu nublado com chuvas, trovoadas e ventos moderados, com temperatura entre 23° e 29° C



1.jpg Chuva intensa causou alagamento em parte da avenida Constantino Nery, ao lado do Terminal de Õnibus 1 (T1)
02/10/2014 às 14:59

A cidade de Manaus foi atingida por uma forte chuva na manhã desta quinta-feira (2) após passar 46 dias sem precipitação de águas, de acordo com o Serviço de Proteção da Amazônia (Sipam). Conforme o órgão, não chovia significativamente na cidade desde o dia 16 de agosto - sendo 23 dias sem uma gota de chuva. A previsão para o restante do dia é de céu nublado com chuvas, trovoadas e ventos moderados.

No aeroporto Ponta Pelada, na Zona Sul, foram registrados 7,3 milímetros (mm) de chuva em apenas 40 minutos, além de rajadas de vento em torno de 46 km/h. Já no aeroporto Eduardo Gomes, Zona Oeste, houve 0,4 mm, com trovoadas e rajadas de 56 km/h. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), com medidor na avenida Mário Ypiranga, Zona Centro-Sul, registrou 1,8 mm de água e rajadas de 37 km/h.

Desde as 6h desta manhã, baixa temperatura e nuvens carregadas já antecipavam a chuva e, por volta das 10h, teve início o temporal, que atingiu todas as regiões da capital amazonense. A previsão para toda a quinta-feira é mínima de 23º C de temperatura e máxima de 29º C. Para os próximos três meses - outubro, novembro e dezembro - há indicativo de chuva dentro dos padrões climatológicos para Manaus.

Conforme a Defesa Civil Municipal, houve destelhamento de três casas na Zona Oeste da capital desde a madrugada. Os técnicos do órgão visitaram residências destelhadas na rua Padre Agostinho Cavaleiro, bairro São Raimundo, na rua Olímpia de Carvalho, na Glória, e na rua Plínio Coelho, bairro Compensa. O Corpo de Bombeiros não registrou ocorrência.

Manaustrans

Conforme o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), 20 semáforos tiveram falhas de funcionamento na manhã desta quinta (2) por conta da chuva. Problemas nos equipamentos ocorreram nas avenidas Constantino Nery, Pedro Teixeira e Humberto Calderaro. 


Foto: Euzivaldo Queiroz

Segundo o órgão, nos cruzamentos das avenidas Joaquim Nabuco com Sete de Setembro e Leopoldo Péres com Presidente Kennedy, além da rua Marciano Armond, também houve falhas em semáforos. O Manaustrans informou que dos 20 semáforos, 15 já foram restabelecidos.

Previsões

No mês de agosto, a quantidade de chuvas totalizou precipitação em torno de 32 milímetros de águas, fazendo-o assim um mês seco. Já o mês de setembro acumulou apenas 0,6 mm, também conforme a estação do Inmet, caracterizando o mês de setembro como muito seco. A previsão de chuvas para outubro ainda será divulgada.

Já para todo o Amazonas, no próximo trimestre, as chuvas deverão ficar acima dos padrões para a região sudoeste do Estado, abaixo dos padrões na região leste e, nas demais áreas, deverão ocorrer chuvas dentro dos padrões. As temperaturas, também neste período de tempo, ficarão ligeiramente acima do padrão na região leste e, nas demais áreas, dentro do padrão.

A atmosfera deverá ficar em condição desfavorável para o regime de precipitação de chuvas, especialmente na porção norte da Amazônia, e favorecendo a ocorrência de temperaturas elevadas de 1º C a 2º C acima da média em algumas regiões, conforme observação recente das condições oceânicas. O alerta de chuva continua durante todo o dia.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.