Quarta-feira, 16 de Outubro de 2019
Manaus

Após assalto a linha 316, bandido é morto com um tiro na virilha

De acordo com policiais da 18° Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o criminoso baleado morreu na hora e o outro conseguiu fugir com todo o lucro do roubo



1.jpg A cobradora e o motorista da linha prestaram depoimento na 18° Cicom
05/05/2015 às 08:26

O que começou como mais um assalto na linha 316, na Avenida Torquato Tapajós, terminou com a morte de um dos assaltantes na tarde desta segunda-feira, 4, às 15h30, na Zona Norte de Manaus. Dois assaltantes, que entraram no coletivo que faz a linha Centro/Conjunto Cidadão 10, ameaçaram a cobradora e o motorista com facas. Após o assalto, os bandidos desceram do ônibus, seguido dos passageiros, que se juntaram a populares que estavam na rua, para perseguir os bandidos.

A busca resultou na morte de um dos bandidos com um tiro (calibre não informado) na virilha esquerda. O corpo foi encontrado entre a rua Santa Marta e o Beco Celebridade, bairro Jesus Me Deu. O comparsa dele conseguiu fugiu do local. Ambos até o momento não foram identificados.



“O assalto durou uns três minutos. Ninguém reagiu. Os bandidos pegaram o dinheiro da cobradora, de outra senhora e senhor. Depois pediram para pararmos o veículo. Alguns passageiros e outras pessoas foram atrás deles. Quando o encontram, ele estava morto”, disse Gilmar Pereira, 54, motorista do coletivo da empresa Vega Transporte Urbano. No momento da ação, segundo ele, o ônibus estava com aproximadamente 50 passageiros.

(Foto: Divulgação)

De acordo com o sargento Reginaldo Santos, da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), passageiros, populares e moradores da área declararam que não viram nada. “Quando nós chegamos, ele já tinha sido alvejado. Foi um tiro na virilha esquerda, provavelmente atingiu a aorta”, informou. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Números 

Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram), só neste ano, 100 ônibus foram alvos de assaltantes por mês, 46% a mais que o registrado nos quatro primeiros meses de 2014 em Manaus.No ano passado, 959 assaltos a coletivos foram registrados, sendo 283 até o mês de abril, gerando medo aos funcionários e usuários e um prejuízo de R$ 235.430 mil às empresas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.