Publicidade
Manaus
saúde

Após boato de que UPA seria fechada, moradores do bairro Tarumã promovem ato

Lideranças de 32 comunidades do bairro Tarumã, entre as Zonas Oeste e Norte de Manaus, chegaram a interromper o fluxo de veículos na avenida Torquato Tapajós, uma das mais importantes da capital. Susam já afirmou que informação sobre fechamento não procede 11/04/2016 às 11:31
Show upa
Comunitários tentam há uma semana marcar uma reunião com o secretário de Estado de Saúde ou com o governador Melo para esclarecer a situação. Susam informou que marcará encontro (Foto: Euzivaldo Queiroz)
Silane Souza Manaus (AM)

Lideranças de 32 comunidades do bairro Tarumã, entre as Zonas Oeste e Norte de Manaus, fecharam por 15 minutos um trecho da avenida Torquato Tapajós, no sentido bairro-Centro, na altura da loja Bemol, para cobrar um posicionamento das autoridades em relação ao fechamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Campos Sales. O ato ocorreu na manhã desta segunda-feira (11), por volta de 9h30.

De acordo com o presidente da comunidade Pontal da Cachoeira, Marlon Seabra, o grupo ficou sabendo na última quinta-feira (7) que o governo iria supostamente fechar a UPA, assim como também alguns Centros de Atenção ao Idoso (CAIMIs). Na sexta-feira, eles cobraram um reunião com a Secretaria de Estado de Saúde (Susam), mas no encontro, que tinha ficado marcado para sábado, ninguém compareceu. 

Por conta disso, a saída que eles viram foi fazer a manifestação nesta segunda-feira. "Nós não queremos que a UPA seja fechada. Estamos tentando marcar uma reunião com o secretário Estadual de Saúde, Pedro Elias, ou com o governador José Melo, para falar sobre isso. A gente quer saber porque o governo quer fechar a única unidade de saúde que temos na região", afirmou Seabra. 

A presidente da comunidade Campos Sales, Poliana Pereira Silva, destacou que, caso as lideranças do Tarumã não consigam marcar essa reunião, o grupo promete realizar outra manifestação - dessa vez por mais tempo, e com o objetivo de fechar os dois sentidos da avenida Torquato Tapajós.

Em nota, a Susam afirmou que não procede a informação de fechamento da UPA Campos Sales. "A Susam irá agendar uma reunião com as lideranças da comunidade para esclarecer todas as dúvidas", conclui o comunicado.

Publicidade
Publicidade