Segunda-feira, 20 de Janeiro de 2020
MUDANÇA

Após cassação de Tabosa, vereador Marisson Roger assume vaga na CMM

Durante cerimônia, vereador disse que investimentos na pasta da cultura e em movimentos sociais da capital vão ser os alvos de política dele na casa



WhatsApp_Image_2019-12-14_at_10.42.29_DFFFCAB1-94A9-49E7-880C-C5C019EE3B1C.jpeg Foto: Divulgação
14/12/2019 às 11:05

Após assumir a vaga do vereador Ronaldo Tabosa (sem partido) na Câmara Municipal de Manaus (CMM), o vereador Marisson Roger (PP) disse que investimentos na pasta da cultura e em movimentos sociais da capital vão ser os alvos de política dele na casa. A cerimônia de posse do parlamentar foi realizada na sexta-feira (13), às 14h. Na ocasião, o vereador foi recebido pelo Movimento Cultural de Bandas e Fanfarras de Manaus.

Sob a acusação de infidelidade partidária, o ex-vereador Ronaldo Tabosa teve o mandato cassado no primeiro semestre de 2019, pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM). O desembargador, responsável pela cassação, deu um prazo de dez dias, a contar de 4 de dezembro para que a CMM empossasse Marisson Roger (PP). 



O suplente, que recebeu apenas 737 votos no pleito de 2016, disse ao A CRÍTICA que os movimentos musicais de Manaus necessitam de políticas públicas e afirmou que vai dar continuidade a projetos sociais desenvolvidos por ele na Zona Norte da capital, que envolvem bandas escolares e quadrilhas.

“De repente, eu me deparei em uma campanha eleitoral. Para mim, ser candidato a vereador seria apenas entregar ‘santinhos’ e apresentar propostas. Mas me deparei com outras pessoas e uma estrutura diferente. Tivemos a benção de Deus, que agiu com a justiça juntamente com a justiça dos homens, por meio do TRE-AM que nos presenteou com esse mandato de um ano”, afirmou o vereador.

Em relação à cerimônia de posse, que ocorreu às 14h de sexta-feira (13), o parlamentar disse à reportagem que além do presidente da CMM Joelson Silva (PSDB), o ato contou com a presença dos vereadores Wallace Oliveira (Podemos), Ewerton Assis (DEM), professor Samuel (sem partido) e o deputado estadual Álvaro Campelo que, na ocasião, representou o PP.

 “Várias bandas estiveram presentes. E eu fiquei muito emocionado e surpreso com a confiança que em mim está depositada” disse o parlamentar, acrescentando que não possui nenhuma ligação com Ronaldo Tabosa.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.