Publicidade
Manaus
Manaus

Após criança dar entrada em pronto-socorro, polícia investiga se mãe estuprou próprio filho

Menino de apenas quatro anos de idade deu entrada no pronto-socorro infantil de Manaus com as partes íntimas machucadas e Deaai apura se houve abuso com uso de vibrador 03/02/2016 às 10:37
Show 1
O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada na Apuração de Atos Infracionais (DEAAI)
MANAUS HOJE Manaus (AM)

Uma criança, de quatro anos e do sexo masculino, deu entrada no pronto-socorro infantil da Zona Sul de Manaus, na Cachoeirinha, por suspeita de maus tratos e abuso sexual. A mãe, de 17 anos, é a principal suspeita de ter cometido os delitos. Uma fonte da Polícia Civil informou que a criança teria sido abusada por um vibrador.

A delegada Rita de Cássia, titular da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), afirmou que teve conhecimento do caso na tarde desta terça (2) e que pela manhã desta quarta-feira (3) irá iniciar a investigação. Sobre o objeto usado, ela preferiu não confirmar nada.

Segundo a delegada, o hospital foi que fez contato com a Polícia Civil, primeiramente com a Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca) e, depois de ser averiguado que a mãe e a vítima eram menores, o caso foi transferido para a Deaai.

“Recebi o caso hoje à tarde (ontem) e vamos analisar a situação. Em princípio o hospital informou que a criança havia sido agredida fisicamente e também suspeitava de abuso sexual. Agora em relação a esse objeto eu não tenho conhecimento, não está nos autos, a não ser que seja uma informação extra-oficial”, explicou.

Uma fonte da Polícia Civil informou que a mãe poderia ser homossexual e que o filho era usado nas relações sexuais. A equipe médica teria visto uma situação anormal na parte íntima do garoto, porém só o laudo irá comprovar. “Vamos ouvi-la hoje, mas até então ainda não tenho muito que falar”, disse.

Criança passou por cirurgia

Em nota, a Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas (Susam) informou que a criança passou por um pequeno procedimento cirúrgico e está internada em estado estável e acompanhada de familiares..

A assessoria de imprensa informou também que o Conselho Tutelar da Zona Sul foi acionado para procedimentos cabíveis. A delegada Rita de Cássia, da Deaai, informou que a criança deverá pegar alta hoje pela manhã.


Publicidade
Publicidade