Publicidade
Manaus
Manaus

Após denúncia de túnel, princípio de motim movimenta o Compaj nesta sexta (4)

A apreensão de uma arma de fogo causou revolta entre os presos, que cercaram os agentes penitenciários que realizavam um revista, iniciando um tumulto 04/03/2016 às 13:34
Show 1
Seap recebeu informações sobre a existência de um túnel ligando as áreas dos presos dos regimes semiaberto e fechado
Joana Queiroz Manaus (AM)

CONFIRA GALERIA DE IMAGENS

Um princípio de motim movimentu o Complexo Penintenciário Anísio Jobim (Compaj), localizado no Km 8 da rodovia BR-174 (que liga Manaus a Boa Vista) na manhã desta sexta-feira (4).

De acordo com agentes penitenciários, a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) tinha informações sobre a existência de um túnel ligando as áreas dos presos dos regimes semiaberto e fechado.

A descoberta da estrutura, que teria sido aberta a mando de membros da facção criminosa Família do Norte (FDN), ocasionou uma revista entre os detentos, durante a qual foi encontrada uma arma de fogo.

A apreensão da arma causou revolta entre os presos, que cercaram os policiais que realizavam a revista, iniciando um tumulto. O confronto entre detentos e policiais chegou a resultar em disparo de balas de borracha, mas não houve feridos.

A situação foi contida por volta das 11h depois que reforços da Ronda Ostensiva Cândido Mariano (Rocam) e do Batalhão de Choque da Polícia Militar chegaram ao local. A revista, bem como a busca pelo túnel, continuarão pela tarde.

Mais informações em instantes.

Publicidade
Publicidade