Terça-feira, 23 de Julho de 2019
Manaus

Após determinação, Prefeitura isola prédio da Santa Casa de Misericórdia, em Manaus

Espaço será vigiado 24 horas pela Guarda Municipal. Durante instalação de tapumes, equipes constataram presença de mendigos e "flanelinhas" na área



1.jpg Equipes isolam área do prédio histórico
31/10/2014 às 16:17

Cumprindo determinação da Justiça, a Prefeitura isolou e começou a fazer nesta sexta-feira (31) a vigilância do prédio da Santa Casa de Misericórdia, no Centro de Manaus. Durante a ação, servidores constataram o uso indevido da área por “flanelinhas” e mendigos. Um posto fixo com ação 24 horas da Guarda Municipal será mantido no local a partir de hoje, segundo a Prefeitura. No terreno deve ser construído um hospital para o combate ao câncer de crianças e adolescentes.  

A ação começou às 8h e o trabalho foi realizado pelo Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), juntamente com servidores da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf). Na ocasião, funcionários teriam constatado o uso indevido da área por “flanelinhas”, que exploravam o local para estacionamento clandestino.  

Além disso, dentro do imóvel, cerca de 20 pessoas estavam dormindo sem qualquer condição de habitação. Foram encontrados, ainda, dejetos e animais e observado o furto da fiação.

Estrutura da Santa Casa encontra-se comprometida (Foto: Divulgação/Semcom)

Por meio da Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), a Prefeitura informou que o grupo de flanelinhas foi orientado a deixar o prédio e os motoristas a retirarem seus carros. As pessoas que ocupavam o espaço também foram orientadas a deixar o imóvel e após a saída, o prédio foi isolado com telas de proteção.

Ainda segundo a Prefeitura, a Guarda estará a partir desta sexta com um posto fixo 24 horas na Santa Casa. A partir de segunda-feira (3),  a Seminf deve instalar os tapumes na área.

Ação

A ação da Prefeitura de Manaus na Santa Casa de Misericórdia deve-se a uma decisão do juiz de direito da 2ª Vara da Fazenda Pública Municipal, Ronnie Frank Torres Stone, que ordenou ao Município a vigilância imediata do espaço, além de tapumes.

A notificação foi recebida pela Procuradoria Geral do Município (PGM), na quarta-feira, 29, que expediu, imediatamente, ofício à Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) e Casa Militar para que cumprissem a decisão.

Hospital

O governador do Estado José Melo anunciou nesta segunda-feira (29) que vai intervir na instituição para retomar o funcionamento da Santa de Misericórdia, em Manaus. Em entrevista à imprensa, Melo declarou que irá desapropriar o terreno da entidade para construir um hospital de referência voltado para o combate ao câncer de crianças e adolescentes.

De acordo com José Melo serão investidos R$ 17, 5 milhões para a desapropriação e 15 milhões para a construção do hospital de câncer voltado para crianças e adolescentes. O recurso virá do próprio governo do Estado.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.